ERNESTO ARAÚJO ASSUMIRÁ RELAÇÕES EXTERIORES

O presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou, há pouco, o nome do embaixador Ernesto Araújo para ocupar o cargo de ministro das Relações Exteriores. “A política externa brasileira deve ser parte do momento de regeneração que o Brasil vive hoje. Informo a todos a indicação do Embaixador Ernesto Araújo, diplomata há 29 anos e um brilhante intelectual, ao cargo de Ministro das Relações Exteriores”, afirmou Bolsonaro.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Magno Martins




EX VEREADOR NARCISO TOTAL TEM NOME COGITADO PARA SER PRÉ-CANDIDATO A PREFEITO POR OURICURI

Nos bastidores da política, vários nomes estão sendo ventilados com a possibilidade de concorrerem a um futuro cargo de executivo por Ouricuri.

Como já oram citados, dessa vez nossa produção foi contactada e informada sobre a cogitação do ex vereador de Ouricuri, Narciso Total para uma possível pré-candidatura a prefeito de Ouricuri.

Em contato com o ex parlamentar, este informou que pessoas ligadas a ele surgiram com essa proposta, ele se disse surpreso e respeita, assim como até a gradece ter o seu nome lembrado, disse ainda que é um assunto a ser analisado, tudo vai depender das conversações, possibilidades, pesquisas e entendimento com seu grupo político, que aliás tem outros nomes ventilados.

Atualmente Narciso é integrante do grupo do atual prefeito Ricardo Ramos, que tem na lista dos bastidores, além do próprio chefe do executivo, Dr. Anderson Aquino, Gildevânia Melo, Adelucia Clea, Romildo Ramos, Karol Barro (primeira dama), Arão, dentre outros, agora a fileira aumenta com Narciso Total.

Narciso afirmou que seu projeto inicial é voltar à câmara de vereadores, contudo na política, tudo é possível.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro




EUNÍCIO DIZ QUE SENADORES ESTÃO ‘HORRORIZADOS’ APÓS CONVERSA COM PAULO GUEDES

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE) saiu bastante insatisfeito da primeira conversa que teve com Paulo Guedes, guru econômico do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e futuro ministro da Economia.

Em relato ao Buzzfeed, Eunício contou sobre como teria sido o encontro com Guedes, na presença de outros senadores, pouco antes da celebração dos 30 anos da Constituição, na última terça-feira (6).

Dizendo que seus colegas ficaram “horrorizados” com a postura do economista, Eunício diz ter saído da reunião com uma certeza: “Esse povo que vem aí não é da política, é da rede social”.

De acordo com o presidente do Senado, Paulo Guedes o pressionou para que pautasse logo, para aprovação ainda neste ano, a reforma da Previdência.

Para que a reforma seja votada, no entanto, é necessário que o presidente Michel Temer suspensa ou encerre a intervenção federal decretada na segurança pública do Rio de Janeiro. Como a reforma é uma proposta de emenda à Constituição (PEC), não pode ser votada enquanto qualquer ente da Federação estiver sob intervenção.

Eunício relatou ter dito a Guedes que obedece à vontade da maioria e, por isso, não poderia pautar a matéria de qualquer jeito. Lembrou ainda que há prioridades, como a votação do orçamento para o ano que vem. A conversa que começou em tom ameno se tornou ríspida, disse o senador.

“Ele olhou para mim e disse que orçamento não é importante, importante é aprovar reforma da Previdência. […] Ele me disse: ‘Vocês não aprovam orçamento, orçamento eu não quero que aprove não’. Mas não é o senhor querer, a Constituição diz que só podemos sair em recesso após a aprovação”, relatou Eunício, acrescentando ter sido interrompido quando falou sobre a impossibilidade de recesso parlamentar sem a aprovação do orçamento.

“Não, eu só quero reforma da Previdência. Se vocês não fizerem vou culpar esse governo. Vou culpar esse Congresso e o PT volta, e vocês vão ser responsáveis pela volta do PT”, bradou o economista, sempre segundo o relato do presidente do Senado.

Em um determinado momento, Eunício afirmou ter deixado a sala onde ocorreu a reunião ao avistar a procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Nessa altura, Guedes ficou conversando com o atual líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE).

“Então eu vi a Raquel Dodge lá na frente e saí para conversar com ela, e ele seguiu conversando com o Fernando Bezerra, que saiu de lá horrorizado”, recordou o senador.

O Buzzfeed lembrou que o mal-estar só aumentou após a solenidade, quando Guedes declarou aos jornalistas que uma “prensa” tinha que ser dada no Senado para que a reforma fosse logo votada. O economista foi logo em seguida repreendido por Bolsonaro.

“Ele foi lá para a porta do Ministério da Fazenda e disse que tem que dar uma prensa. Eu digo que aqui ninguém dá prensa. Aqui você convence, discute, ganha, perde. Agora, prensa ninguém vai dar em mim”, rebateu Eunício.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Yahoo Notícias




BOLSONARO TERÁ CARRO BLINDADO QUE AGUENTA SUBMETRALHADORA, LICITAÇÃO PREVÊ R$ 5,5 MILHÕES PARA A COMPRA

O governo federal deve trocar os carros utilizados na escolta do próximo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. O governo abriu uma licitação avaliada em R$ 5,5 milhões para a compra de novos veículos. Ao todo, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) vai adquirir 30 veículos, 12 deles blindados.

“A cápsula Presidencial (ou Vice-Presidencial) constitui-se de um conjunto de 5 (cinco) veículos de representação, devendo obrigatoriamente ser de mesma marca, modelo e cor do veículo presidencial. Tal imposição, por aspectos de segurança, visa não demonstrar a presença exata da autoridade nos deslocamentos com o uso de veículo diferenciado. Portanto, os veículos de representação, que atendem às autoridades não se resumem somente ao veículo ocupado pelos mesmos”, explica o GSI no edital. Entre as referências estão os modelos Ford Fusion, Honda Accord, Toyota Camry e Hyndai Azera.

Valores

No documento, o órgão estipula um gasto máximo de R$ 235,3 mil por carro blindado e R$ 153,3 mil para veículos que não contam com esse tipo de proteção. A blindagem requerida pelo edital é a classe III-A, capaz de suportar disparos de pistolas 9mm, revólveres calibre .44 e submetralhadoras.

Escolta

O governo já discutia há algum tempo a renovação de sua frota. Em junho deste ano, o GSI chegou a questionar o Ministério do Planejamento sobre sua autonomia para a compra dos veículos, que devem escoltar o presidente e seu vice-presidente, o General Mourão.

A escolha da empresa que será contratada acontece no dia 21 de novembro, na próxima semana. De acordo com o CGI, os interessados devem entrar no sistema de compras do governo e enviar suas propostas. Ganha quem oferecer o menor preço para a aquisição.

O pregão eletrônico de definição dos  fornecedores para o edital da “Aquisição de veículos oficiais para o Departamento de Segurança Presidencial” será realizado às 9 horas e 30 minutos.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Tânia Rêgo/Agência Brasil




AMOÊDO DECLARA VOTO EM BOLSONARO E DIZ QUE NOVO SERÁ “INDEPENDENTE E VIGILANTE”

Quinto colocado na disputa presidencial deste ano, João Amoêdo (Novo) optou por votar em Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno. Criado oficialmente há apenas três anos, seu partido estreará na Câmara em 2019 com uma bancada de oito deputados federais eleitos pronta a apoiar as medidas econômicas do futuro governo, mas sem se alinhar totalmente à aliança governista, segundo Amoêdo. “A gente vai ter uma postura independente”, diz o candidato derrotado à Presidência, em entrevista ao UOL.

Amoêdo e o Novo defendem uma linha liberal na economia, com menos participação do Estado e mais liberdade para a iniciativa privada. Por isso, são críticos da atuação de Bolsonaro como deputado federal. “Ele nunca efetivou nenhuma dessas propostas mais liberais, de redução do estado, de eficiência na gestão pública”, declara Amoêdo.

Por outro lado, depositam confiança em Paulo Guedes, economista liberal que se tornou o responsável pelo programa econômico do presidente eleito, e prometem apoiar suas propostas. Amoêdo diz que o Novo adotará uma postura “vigilante diante de eventuais divergências entre Guedes e Bolsonaro.

Amoêdo comemora os 2,7 milhões de votos recebidos na disputa presidencial — equivalente a 2,5% dos válidos e diz que a gestão de Romeu Zema, primeiro governador eleito pelo Novo, em Minas Gerais, será uma vitrine para o partido.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Uol




PAULO CÂMARA NÃO VAI À REUNIÃO COM EQUIPE DE BOLSONARO

Mesmo estando do lado contrário ao palanque de Jair Bolsonaro (PSL) na eleição presidencial, o governador Paulo Câmara (PSB) acredita que não haverá prejuízo ao estado por ele não participar da reunião com a equipe econômica do presidente eleito, prevista para quarta-feira. Ontem, quando questionado sobre tal possibilidade, o socialista reagiu. “De jeito nenhum”, respondeu, referindo-se à hipótese de haver futuras retaliações. Ele comentou sobre o assunto após   participar da entrega de medalhas nas comemorações do aniversário de 50 anos do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Paulo Câmara afirmou ter sido convidado para o encontro pelos governadores eleitos do Distrito Federal (Ibaneis Rocha/MDB), São Paulo (João Dória/PSDB) e Rio de Janeiro (Wilson Witzel/PSC).

“Infelizmente, já estou com viagem marcada. Alguns governadores também estão com viagem marcada e não poderão ir. Temos uma expectativa de, tão logo seja possível, o presidente receba efetivamente os governadores da forma institucional, como deve ser feito quando ele assumir o cargo”.

Segundo a assessoria do socialista, ainda não existe uma definição sobre quem irá representar o governador na reunião que, na verdade, contará com a presença do futuro ministro da Economia, Paulo Guedes.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Rosângela Rangel – Diario de Penambuco




JUAREZ SARAIVA DIZ QUE PODE SER CANDIDATO A PREFEITO EM 2020, MAS DESCARTA SENTAR COM GRUPOS COELHO E RAMOS

Após ter seu nome citado no programa Tribuna Livre Meio Dia dessa segunda-feira, dia 05 de novembro, com Cariri Filho e Emanoel Cordeiro, como nome cotado para ser um provável pré-candidato a prefeito de Ouricuri, visando às eleições de 2020.

O empresário e ex-candidato a prefeito por Ouricuri Juarez Saraiva se manifestou no jornalismo da Grande Serra FM e disse que pode sim ser candidato a prefeito em 2020, afirmando que se houver apenas dois candidatos, Referindo–se aos grupos Ramos e Coelho, ele será o terceiro candidato. Disse ainda que não apoiará nem grupo Coelho nem Ramos.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/programa Tribuna Livre Grande Serra FM




BOLSONARO CRITICA FOLHA DE SÃO PAULO E AVISA: “A MAMATA VAI ACABAR”

O candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, fez duras críticas ao jornal “Folha de São Paulo” em sua conta no Twitter na manhã desta quarta-feira, dia 24 de outubro.

Bolsonaro afirmou que a “mamata vai acabar”. Também disse que as informações divulgadas pelo veículo são “tendenciosas” e “menos sérias que uma revista de piada”.

Reportagem publicada pelo jornal nesta quarta-feira indica que a reforma tributária proposta pela equipe econômica de Bolsonaro deve provocar um “rombo de R$ 27 bilhões” no orçamento federal.

“A mamata da folha de são paulo vai acabar, mas não é com censura não! O dinheiro público que recebem para fazer ativismo político vai secar, e mais, com sua credibilidade no ralo com suas informações tendenciosas são menos sérias que uma revista de piada!”, escreveu ontem o candidato.

Na semana passada, a “Folha” também publicou reportagem denunciando um possível financiamento de empresários ligados ao presidenciável e o envio de notícias falsas pelo Whatsapp.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Fonte: R7




PREFEITO DE SALGUEIRO, CLEBEL CORDEIRO AFIRMA QUE ABANDONARÁ A POLÍTICA EM ALMOÇO COM A IMPRENSA DE PETROLINA

(Foto: Alvinho patriota)

Enfrentando diversas dificuldades em seu mandato de prefeito de Salgueiro, Clebel Cordeiro está desiludido com a política e afirmou que jamais voltará a ser candidato.

A declaração foi informada pelo próprio prefeito na última segunda-feira, dia 22 de outubro, durante almoço com representantes de meios de comunicação de Petrolina.

Clebel Cordeiro planeja abandonar a política após concluir seu mandato em dezembro de 2020. Provavelmente apoiará o nome de Fabinho para ocupar o seu lugar na prefeitura.

Na conversa com os comunicadores petrolinenses, o atual prefeito de Salgueiro disse que teve a infelicidade de entrar na política, mas vai cair fora em breve. “Isso é duro e verdade: Jamais voltarei a ser candidato. Estou dando um basta nesse ramo chamado política. Eu tô voltando à minha vida daqui a dois anos. Perdi a vida, espero voltar à vida normal daqui a dois anos”, expôs, destacando que pretende dedicar-se exclusivamente ao ramo empresarial. 

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Via Alvinho Patriota




PESQUISA MOSTRANDO CRESCIMENTO DE ARMANDO MONTEIRO, REFLETE SENTIMENTO DE MUDANÇA, DIZ PREFEITO DE PETROLINA

O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, recebeu com muita tranquilidade o resultado da pesquisa Datafolha, divulgada hoje, que mostra o crescimento de seis pontos percentuais de Armando Monteiro (PTB), que passou de 25% para 31% nas intenções de votos para governador de Pernambuco. O atual governador, Paulo Câmara, permanece estacionado em 35% no levantamento do Datafolha. Os demais candidatos somam 9%.

“Essa pesquisa só confirma o que nós vimos aqui no último sábado durante a caminhada que realizamos. Milhares de pessoas estiveram com a gente para mostrar que a hora da mudança chegou. O povo de Pernambuco já percebeu que Armando é o melhor nome para governar o nosso estado. O povo sertanejo sabe que o atual governo esqueceu a nossa região”, disse.

Para Miguel Coelho, Armando tem as melhores propostas para tirar Pernambuco do atraso. “Vivemos um governo de esquecimento. As pessoas sabem que perdemos força nos últimos anos. Pernambuco deixou de ser protagonista. Armando vai trabalhar para garantir uma vida melhor para o nosso povo do Sertão, fazemos as obras que nós estamos precisando e honrando com o pagamento aos municípios”, comenta.

Segundo o prefeito, o governo Paulo Câmara está em débito com os municípios. “Ele fez uma série de promessas e não cumpriu, como o Hospital da Mulher de Petrolina. A ideia nunca saiu do papel. Além disso, os repasses necessários para a manutenção do Samu não estão sendo feitos. A dívida só cresce. É um governo que não merece mais a confiança do povo”, finaliza.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Magno Martins




MPA-PE DECLARA APOIO A DR. ANDERSON AQUINO-PCdoB DE OURICURI

Em carta enviada à redação do BLOG do Emanoel Cordeiro, a direção estadual do MPA, declara de publico, apoio ao candidato progressista.

Na íntegra a carta, confira:

Estamos nos aproximando do dia 7 de outubro, e é com preocupação que vemos o cenário atual, que desde o rompimento da ordem democrática com o golpe de 2016, os direitos dos trabalhadores vem sendo massacrados, são dois anos de lutas intensas e duras para fazer enfrentamento ao golpe e estabelecer a democracia em nosso país e as eleições 2018 protagonizará um passo importante nesse processo de enfrentamento ao golpe e a retomada da democracia, nós do MPA não somos partidário, mas não podemos nos ocultar num momento em que a democracia está ameaçada pelo fascismo.

O MPA-PE sabe da importância de eleger candidatos de partidos progressistas, comprometidos com a classe trabalhadora, que ponha seu mandato a serviço do povo, nesse sentido não podemos perder de vista a retomada da democracia em todos os espaços, e a tarefa militante de reverter os retrocessos impostos pelo golpe, assim caminhar com um projeto de retomada ao estado democrático de direito, que possibilite os trabalhadores e trabalhadoras viverem dignamente, com isso, afirmamos nosso compromisso de luta por um país justo e soberano.

Em tempos difíceis precisamos mostrar de que lado da história nós estamos, e nessas eleições de 2018, em que demonstra ser uma das eleições mais importante desde a retomada da democracia em 88, os estados cumprem um papel fundamental, portanto nós do MPA-PE decidimos apoiar o candidato a deputado estadual Anderson Aquino-PCdoB, partido esse que tem demonstrado respeito à classe trabalhadora e vem fazendo enfrentamento ao golpe na câmara federal e senado, que também compõem a chapa Haddad PT, com a vice Manuela do PCdoB, nesse sentido o MPA orientará sua base a votar no candidato, Anderson Aquino.

Direção Estadual do MPA-PE.




GOVERNO TEMER TEM APROVAÇÃO DE APENAS 4%

Pesquisa Ibope, divulgada ontem, terça-feira, 18 de setembro, mostra os seguintes percentuais de avaliação do governo do presidente Michel Temer (MDB):

•    Ótimo/bom: 4%
•    Regular: 16%
•    Ruim/péssimo: 78%
•    Não sabe/não respondeu: 2%

Na pesquisa anterior do Ibope, divulgada em junho, 79% consideravam o governo “ruim/péssimo”; 16%, “regular”; e 4% o avaliavam como “bom/ótimo”.

A pesquisa ouviu 2.506 eleitores entre domingo,  dia 16 e terça-feira, dia 18.

O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Magno Martins




LULA ALERTA: É HORA DE BATER DE PORTA EM PORTA

O perfil de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no Twitter reproduziu, neste domingo (16), um bilhete escrito pelo ex-presidente.

Com a hashtag #RecadoDoLula, o post diz: “Até 7 de outubro. Palavras do presidente Lula”.

Na anotação, Lula, que está preso desde abril na carceragem da Polícia Federal em Curitiba, diz que, a três semanas da eleição, há uma grande missão pela frente.

“Faltam 3 semanas para a eleição, e temos uma grande missão pela frente. É hora de defender nosso projeto de bater de porta em porta, lembrando o Brasil que construímos juntos”, escreveu.

Na semana passada, o PT substituiu a candidatura de Lula, impedido judicialmente de disputar a eleição, pela de Fernando Haddad (PT), ex-ministro da Educação e ex-prefeito de São Paulo.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Folha de São Paulo




PARA FERNANDO HADDAD SÓ UM MILAGRE LEVA ALCKMIN AO 2º TURNO

Dirigentes da campanha de Haddad vaticinam que, se Alckmin não reagir em até uma semana, pode-se considerar que só um milagre leva o tucano ao segundo turno.

Os petistas não desgostaram do pronunciamento de Jair Bolsonaro no Facebook, neste domingo (16), recheado de ataques ao partido e de insinuações sobre a lisura das eleições.

Viram no gesto sinal de que:

1) o deputado sentiu o peso do crescimento de Haddad e 2) tenta manter o antipetismo sob sua guarda.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Folha Painel/Magno Martins




CANDIDATO BOLSONARO TENTA POLARIZAR COM HADDAD E IMUNIZAR SE CONTRA O VENENO DE ALCKIMIN

Num instante em que seus rivais se engalfinham no pelotão intermediário das pesquisas, a uma distância de mais de dez pontos percentuais, Jair Bolsonaro já esboça uma estratégia para o segundo turno. Expôs as linhas gerais de sua tática em timbre choroso, numa transmissão ao vivo pela internet neste domingo.

Deitado no leito da unidade de tarapia semi-intensiva do hospital Albert Einstein, Bolsonaro dobrou sua aposta na polarização com o PT. Parece preocupado em não perder terreno para Ciro Gomes, Geraldo Alckmin e Marina Silva, que também levaram o PT à alça de mira desde que Fernando Haddad, substituto de Lula, começou a ascender nas pesquisas.

De resto, Bolsonaro soou como se estivesse empenhado em desenvolver uma vacina capaz de imunizá-lo contra o veneno de Geraldo Alckmin. O tucano vem se referindo a ele em entrevistas e sabatinas como “um passaporte para a volta do PT” ao Planalto.

Ao comentar as pesquisas que o acomodam no topo do ranking de rejeição, Bolsonaro colocou em dúvida as estatísticas que dão a ele uma cara de favorito a fazer do seu adversário no segundo round o próximo presidente da República. Sem mencionar o nome de Alckmin, associou a pregação do tucano à ideia de fraude. Continue lendo