HUMBERTO COSTA VISITA OURICURI PARA AGRADECER QUASE 20 MIL VOTOS E SE REÚNE COM LIDERANÇAS NA CÂMARA DE VEREADORES

O senador reeleito por Pernambuco Humberto Costa (PT), esteve visitando a cidade de Ouricuri na tarde desse sábado, 17 de novembro e se reuniu com lideranças e a população no auditório da Câmara de vereadores de Ouricuri.Estiveram presentes a presidente da Casa, a vereadora Adelucia Cléia, os vereadores Everaldo Valério, Iran Severo e Delvania Sobral, além do ex prefeito e ex deputado Gilvan Coriolano, o deputado eleito Antonio Fernando, o presidente do diretório municipal do PT de Ouricuri, Juvenal Costa Ferraz, os prefeitos de Parnamirim, Tácio Pontes, de Trindade, Dr. Heverton Costa, dentre outras autoridades.

Os movimentos sociais foram representados pelo Caatinga, por meio de Paulo Pedro, diretor geral do órgão, Fetape e STR pelo diretor Ferrinho, dentre outros.

Após entrevista a nossa reportagem, Humberto Costa em plenário falou sobre sua responsabilidade pela reeleição, especialmente por ter sido majoritário em várias cidades da região do Araripe, o que teria colaborado e muito para ser o senador mais votado do Estado.

Elogiou o povo que o reelegeu, assim como Paulo Câmara e elegeu Antonio Fernando e disse que ao lado do deputado eleito em Ouricuri, mesmo sendo apoiador de Paulo Câmara vai chegar junto em busca de melhorias para o Araripe.
Disse também está preocupado com a forma de política do presidente eleito Bolsonaro, mas disse que junto com o governador, Antonio Fernando e outras representações da região irão lutar para que o Sertão seja bem visto e beneficiado com ações dos governos federal e estadual.

Várias lideranças fizeram uso da palavra e parabenizaram o sena dor Humberto Costa, que também recebeu demandas como a do ASA, através do representante do Caatinga e outra sobre a PE 630.

O vereador petista, Everaldo Valério agradeceu a presença de todos e se disse satisfeito com avinda do sena dor a cerca de um mês após sus reeleição, demonstrando compromisso com seu povo.

CLIQUE ABAIXO E CONFIRA OUTRAS IMAGENS DA VISITA DO SENADOR A OURICURI:

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro




CÂMARA DE BODOCÓ DISCUTE VALORIZAÇÃO DO LEITE E DO QUEIJO PRODUZIDO NO MUNICÍPIO

A Câmara Municipal de Bodocó realizou mais uma sessão ordinária na manhã da última terça-feira, dia 13, um dos assuntos abordados na reunião foi a produção do leite e seus derivados, a exemplo do queijo que é uma das principais fontes de renda, após alguns anos de seca houve a diminuição do rebanho e da produção, más esse não é o principal problema que afeta os produtores.
A reunião contou com a participação de Robson Saraiva, produtor de leite, coordenador do Fórum da Bovinocultura leiteira do Araripe e presidente da associação dos produtores de leite do Programa Balde Cheio de Bodocó. segundo ele o setor vem sendo prejudicado devido o baixo preço do produto que  é comercializado em Bodocó, A ação de compradores e atravessadores na compra deixa os produtores de mãos atadas.
Diante das dificuldades enfrentadas o representante dos produtores foi explanar a situação e pedir o apoio da Câmara Municipal, e também vai buscar o apoio de órgãos como Adagro, Fiepe, Sebrae, Governo do estado, Prefeitura Municipal, sindicatos e associações para adotar políticas de regularização, estabilidade de vendas e preços, além da divulgação do potencial do queijo de Bodocó. outra alternativa de incentivo seria a pasteurização e compra do leite e do queijo por parte da Prefeitura para servir na merenda escolar favorecendo assim ambas as partes.
Robson Saraiva foi a tribuna do plenário da Câmara Municipal e exclamou sobre o assunto ” nosso leite e nosso queijo precisa de estabelecer preços, pois toda feira os compradores e atravessadores estabelecem o valor do nosso produto, temos que buscar parcerias e nos unir, até os próprios moradores podem colaborar e comprar os produtos na feira do município que custa bem mais barato do que comprar em outros comércios” afirmou Robson.
Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Francisco Monteiro



BOLSONARO DIA A GOVERNADORES QUE HÁ MEDIDAS AMARGAS, MAS NECESSÁRIAS

Bolsonaro se reuniu com governadores nesta quarta-feira (14) / Marcelo Camargo/Agência Brasil
Em seu primeiro encontro com os governadores eleitos e reeleitos em outubro, o presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou que, por vezes, é necessário adotar “medidas que são um pouco amargas” para evitar o agravamento da crise no país. Ele não detalhou que medidas são essas, mas disse que o esforço é para evitar que o Brasil se transforme em uma Grécia. Bolsonaro lembrou que as reformas têm de passar pela Câmara e pelo Senado e pediu a compreensão dos presentes.

“Algumas medidas são um pouco amargas, mas nós não podemos tangenciar com a possibilidade de nos transformarmos naquilo que a Grécia passou, por exemplo”, afirmou Bolsonaro. “Temos de buscar soluções, não apenas econômicas. Se conseguirmos diminuir a temperatura da insegurança no Brasil, a economia começa a fluir.”

Bolsonaro destacou as pontencialidades do país, como a riqueza mineral, a biodiversidade, o agronegócio e o turismo. Segundo o presidente eleito, as soluções passam pelo apoio dos estados. “Não teremos outra oportunidade de mudar o Brasil. Nós temos que dar certo. Não teremos uma outra oportunidade pela frente. Temos que trabalhar unidos e irmandos nesse propósito.”

No encontro desta quarta-feira, Bolsonaro propôs aos governadores um pacto a favor do Brasil, no esforço de buscar soluções para os problemas e contribuir na administração das dificuldades. O presidente eleito frisou que o pacto será negociado “independentemente de partido [político]. A partir deste momento não existe mais partido, nosso partido é o Brasil”, disse, sob aplausos.

Bolsonaro negou que que o Ministério do Meio Ambiente será comandada pela atriz e escritora Maitê Proença. De acordo com ele, o nome escolhido será o de uma pessoa que conhece com profundidade a questão ambiental e vai focar na concessão de licenças, que, na opinião dele, está cercada de burocracia. “Queremos preservar o meio ambiente, mas não dessa forma que está aí.”

O presidente eleito disse ter ouvido uma análise pertinente do futuro governador de Goiás, Ronaldo Caiado. “Ninguém consegue entender porque o Brasil, com a riqueza que tem, está na situação de hoje”, afirmou Bolsonaro. “Temos que destravar questões que nos colocam em situação de atraso.”

Ao ser informado pelo governador eleito de São Paulo, João Dória, de que as reivindicações dos governadores serão reunidas em uma carta, Bolsonaro afirmou que vai analisar com sua equipe cada item exposto no documento.

Ao longo desta semana, a expectativa girou do anúncio de novos nomes para compor o primeiro escalão do governo Bolsonaro. Além da pasta do Meio Ambiente, o presidente eleito poderia indicar o comando dos Ministérios da Saúde e das Relações Exteriores.

Porém, o ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, afirmou que não haverá novos anúncios até sexta-feira, dia 16.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/EBC




GESTÃO DO ENSINO SUPERIOR DEVE FICAR COM MEC, DIZ BOLSONARO

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) disse nesta terça-feira, dia 13 de novembro, que “a princípio” a gestão do ensino superior deve permanecer com o Ministério da Educação no novo governo.

Antes a equipe do presidente eleito havia confirmado o plano da ida da gestão das universidades federais para a pasta de Ciência e Tecnologia, que será comanda pelo astronauta Marcos Pontes.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Via: Douglas Fernandes – Blog do Jamildo




MAITÊ PROENÇA CONFIRMA SONDAGEM PARA MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE DE BOLSONARO

O nome da atriz Maitê Proença foi proposto ao presidente eleito Jair Bolsonaro para a pasta do meio ambiente por um grupo de ambientalistas, economistas e pesquisadores, como adiantou a coluna de Ancelmo Gois nesta segunda. Mesmo sem filiação partidária ou atuação política, a atriz conta com bom trânsito na área ambiental e fora dela.

Maitê também tem boa relação no círculo mais próximo de Bolsonaro. É ex-mulher e tem um filho com o empresário Paulo Marinho, ligado ao presidente eleito. Mas a própria Maitê explica que o seu nome, por enquanto, é “apenas uma ideia”:

— A ideia é tirar o viés ideológico a que o setor ambiental ficou associado. Trazer um nome que possa abrir as portas que se fecham para os ecologistas. Um nome ligado às causas ambientais, mas que circule nos diversos meios de forma isenta. E que possa colocar a pasta acima de picuinhas políticas. Concordo com tudo. Mas o meu nome é apenas uma ideia — disse a atriz.

O vice-presidente de parcerias estratégicas da Conservação Internacional, Rodrigo Medeiros, diz que o nome de Maitê pode trazer mais “tranquilidade e leveza” para a pasta.

— Ela não é partidária e se mostrou muito disposta a contribuir. Tem condições de manter um ótimo diálogo em todas as áreas, inclusive com os ruralistas.

Maitê é uma das signatárias da carta enviada por lideranças ambientais para Bolsonaro logo após a eleição. Para Medeiros, o melhor nome não é necessariamente o mais técnico, mas aquele com maior capacidade de articulação e diálogo.

O empresário Paulo Marinho, ex-marido de Maitê Proença e ligado à campanha de Bolsonaro, considerou o nome da atriz para o Meio Ambiente “uma loucura.”

— Isso é uma loucura. Não sei de onde tiraram isso — disse Marinho.

O empresário afirmou que desde que terminou a campanha se mantém afastado da equipe de Bolsonaro.

— O que eu tinha que fazer eu já fiz, dei minha contribuição. Não participo do governo.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Jornal Exta – Globo




SÉRGIO MORO ANALISA NOMES PARA A POLÍCIA FEDERAL

O juiz Sérgio Moro, futuro ministro da Justiça do governo de Jair Bolsonaro, chegou agora pela manhã a Brasília, no edifício do CCBB, onde está a equipe de transição de governo.

Por enquanto, três nomes são cotados para comandar a Polícia Federal a partir de janeiro. Erika Marena, Maurício Valeixo e o atual diretor Rogério Galloro.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Magno Martins




BASTIDORES DA POLÍTICA EM OURICURI CONHEÇA OS NOMES COGITADOS PARA O PRÓXIMO PLEITO

Segundo divulgado na edição desta segunda-feira, 05 de novembro no programa Tribuna Livre da rádio Grande Serra FM, o pleito eleitoral de 2018 serviu de termômetro para o pleito municipal de 2020, pois desde então, vários nomes são cogitados e alguns deles já se intitulam como pré candidatos e já estariam campeando voto em uma tímida pré campanha antecipada, até mesmo para medir a força alçada quando da caminhada em busca de votos para os deputados, senadores, governador e presidente.

Segundo informes extraoficiais e conversas de bastidores, vários nomes são lembrados e até ventilado para vereador e prefeito no próximo pleito, os quais apurados previamente pelo departamento de jornalismo da emissora e do Blog do Emanoel Cordeiro.

O programa relacionou alguns, de acordo com relatos de bastidores por classe e baseado em apoios prestados no pleito desse ano, vejamos quais os principais nomes ventilados:

Grupo A (Os que estiveram em campo na captura de votos para o deputado eleito por Ouricuri, Antonio Fernando).

Antonio Fernando

Assis Junior

Lenarth Coelho

Guga Coelho

César de Preto

Victor Coelho

Marcello Cavalcanti

Artur Marinho (Arthur da Aspecto Calçados)

Grupo B: (Os que estiveram em campo na captura de votos para o candidato a deputado por Ouricuri, Dr. Anderson Aquino, grupo esse, liderado pelo atual prefeito Ricardo Ramos.

Ricardo Ramos (pré-candidato natural)

Dr. Anderson Aquino

Romildo Ramos

Gildevânia Melo

Delvânia Sobral

Grupo C: (Que não apoiou nenhum dos dois postulantes no pleito recente:

Juarez Saraiva

Thiago Magalhães 

Adalberto Alencar 

Jose Miguel Neto.

Cabe aos citados utilizarem esse espaço e confirmar ou não a intenção de se candidatar e colocar o nome para avaliação popular em 2019.

Em breve lançaremos uma enquete neste blog com esses nomes, aguardem.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro

 




LULA ENTRA NO STF COM PEDIDO DE LIBERDADE APÓS MORO ACEITAR MINISTÉRIO

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) entrou com recurso no STF (Supremo Tribunal Federal) em que usa a aceitação do juiz federal Sergio Moro para o posto de ministro da Justiça para pedir a liberdade do petista e a anulação do processo do tríplex. Os advogados acusam Moro de perda de imparcialidade. O pedido tem caráter liminar, ou seja, caso aceito, o ex-presidente poderia ser solto imediatamente.

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) convidou Moro para o cargo na última quinta-feira (1º), quando o juiz viajou ao Rio e aceitou o convite. A indicação de que a campanha do presidente eleito já havia discutido o posto com o magistrado durante a eleição motivou a defesa de Lula a apresentar o habeas corpus.

Em seus argumentos, apresentados ao longo de 73 páginas, os advogados do ex-presidente voltam a levantar a tese de que Moro teria sido parcial ao longo da análise do processo do tríplex, que condenou o ex-presidente a 12 anos de prisão.

A condenação confirmada em segunda instância impossibilitou Lula de disputar a eleição este ano ao enquadrá-lo na Lei da Ficha Limpa.

A defesa também pede que os efeitos do recurso atinjam as outras duas ações em que Lula é réu na Justiça Federal no Paraná: a do terreno para o instituto e a do sítio de Atibaia.

Procurado pelo UOL, Moro não quis se manifestar a respeito das declarações da defesa de Lula. Na semana passada, antes de aceitar o convite e ao ser questionado sobre as críticas feitas pela defesa do ex-presidente, o juiz respondeu:

“Sobre isso, se houver alguma alegação será respondido nos autos”, afirmou na ocasião.

Especificamente a respeito do convite, a defesa cita notas divulgadas por Moro parabenizando a eleição de Bolsonaro e afirmando ter ficado honrado com a indicação para o ministério.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Uol Notícias




DEPUTADA ROBERTA ARRAES VOTA A FAVOR DE EXTINÇÃO DA DELEGACIA DE COMBATE A CORRUPÇÃO EM PERNAMBUCO, SOCORRO PIMENTEL VOTA CONTRA

Um projeto bastante polêmico foi aprovado nesta terça-feira(30), na Alepe – Assembleia Legislativa de Pernambuco. o Projeto de Lei nº 2066/2018, de autoria do Poder Executivo, que prevê a criação, na Polícia Civil, do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Draco). Pela manhã, a Comissão de Justiça rejeitou duas emendas à proposta apresentadas pela deputada Priscila Krause (DEM). As sugestões pretendiam preservar, na estrutura do novo órgão, as delegacias de Polícia de Crimes contra a Administração e Serviços Públicos (Decasp) e de Crimes contra a Propriedade Imaterial (Deprim).

Entenda como funciona o projeto>>>

Das duas deputadas estaduais que representam a região do Araripe, deputada Socorro Pimentel (PTB) e deputada Roberta Arraes (PP), só uma foi contra a extinção da delegacia de combate a corrupção no estado de Pernambuco, que foi a deputada Socorro Pimentel. Já a deputada Roberta Arraes votou a favor do projeto para acabar com a delegacia de crimes contra a corrupção em setores públicos.

A deputada Socorro Pimentel (PTB) pediu a permanência dos trabalhos da Decasp. “Deixem a Decasp trabalhar e continuar a fazer o seu serviço de forma eficiente!”, exigiu. Ela falou que em uma das emendas que não foram aprovadas, sugeria a manutenção da decasp na nova estrutura.

Veja os deputados que votaram para a aprovação do projeto:

🔴Adalto Santos (PSB)

🔴Alberto Feitosa (SD)

🔴Aluísio Lessa (PSB)

🔴André Ferreira (PSC)

🔴Augusto César (PTB)

🔴Beto Accioly (PP)

🔴Bispo Ossesio Silva (PRB)

🔴Claudiano Martins Filho (PP)

🔴Clodoaldo Magalhães (PSB)

🔴Diogo Moraes (PSB)

🔴Dr. Valdi (PP)

🔴Eduíno Brito (PP)

🔴Eriberto Medeiros (PP)

🔴Everaldo Cabral (PP)

🔴Francismar Pontes (PSB)

🔴Henrique Queiroz (PR)

🔴Isaltino Nascimento (PSB)

🔴Jadeval de Lima (PMN)

🔴João Eudes (PP)

🔴Joaquim Lira (PSD)

🔴Joel da Harpa (PP)

🔴José Humberto Cavalcanti (PTB)

🔴Júlio Cavalcanti (PTB)

🔴Laura Gomes (PSB)

🔴Lucas Ramos (PSB)

🔴Marcantônio Dourado (PSB)

🔴Nilton Mota (PSB)

🔴Odacy Amorim (PT)

🔴Pastor Cleiton Collins (PP)

🔴Paulinho Tomé (PRP)

🔴Pedro Serafim Neto (PSDC)

🔴Ricardo Costa (PP)

🔴Roberta Arraes (PP) – Deputada que representa a região do Araripe

🔴Rodrigo Novaes (PSD)

🔴Rogério Leão (PR)

🔴Romário Dias (PSD)

🔴Sérgio Leite (PSC)

🔴Simone Santana (PSB)

🔴Teresa Leitão (PT)

🔴Tony Gel (MDB)

🔴Vinícius Labanca (PP)

🔴Waldemar Borges (PSB)

🔴Zé Maurício (PP)

DEPUTADOS QUE VOTARAM CONTRA:

🔵Priscila Krause (DEM)

🔵Socorro Pimentel (PTB) – Deputada que representa a região do Araripe

🔵Antônio Moraes (PP)

🔵Edilson Silva (PSOL)

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/AF News/Damião Sousa/Foto: Reprodução




MORO DEVE SE REUNIR COM BOLSONARO PARA DISCUTIR VAGA EM MINISTÉRIO

Nos últimos dias, Moro ouviu ponderações sobre os prós e contras de assumir um cargo executivo no recém-eleito governo Bolsonaro. Além de ter de deixar a magistratura, o juiz teria de lidar com o discurso de petistas de que suas sentenças no petrolão – que até o momento foram responsáveis por 215 condenações contra 140 pessoas – tiveram viés político.

A narrativa do PT tende a ser potencializada com a proximidade da conclusão do processo em que o ex-presidente Lula é acusado de ter recebido um terreno e um apartamento como propina da empreiteira Odebrecht. Dentro de duas semanas, o ex-presidente também deve ficar cara a cara com o juiz durante depoimento em que Lula é acusado de ter sido beneficiado pelas empreiteiras OAS e Odebrecht com reformas em um sítio em Atibaia.

Ao longo da Lava-Jato, sempre que questionado, Sergio Moro negou ter pretensões políticas. Suas aspirações giravam em torno da possibilidade de ser indicado a uma cadeira no Supremo Tribunal Federal (STF), mas a próxima vaga só será aberta em 2020, com a aposentadoria compulsória do decano Celso de Mello.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Veja/Marcelo Camargo/Agência BrasilAgência Brasil




BOLSONARO ANUNCIA MARCOS PONTES, O ASTRONAUTA, PARA CIÊNCIA E TECNOLOGIA

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) anunciou nesta quarta-feira que Marcos Pontes, o primeiro astronauta brasileiro a viajar para o espaço, será indicado para o cargo de ministro da Ciência e Tecnologia em seu governo.

Tenente-coronel da Força Aérea Brasileira (FAB), Pontes é, segundo o currículo divulgado em seu site oficial, engenheiro aeronáutico formado pelo Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), com mestrado em Engenharia de Sistemas pela universidade americana Naval Postgraduate School.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Veja

 




ANTES DE ASSUMIR NA ALEPE, ANTÔNIO FERNANDO VAI A BRASÍLIA GARIMPAR RECURSOS PARA OURICURI E O ARARIPE

O deputado estadual eleito Antonio Fernando (PSC), que foi majoritário em Ouricuri e surgiu como uma das novidades das eleições 2018, não esperou a hora de assumir o mandato na Assembleia Legislativa de Pernambuco para começar a trabalhar. Ao lado de prefeito de Santa Filomena, Cleomatson Vasconcelos (PMN), Antonio Fernando desembarcou esta semana em Brasília em busca de destravar recursos já prometidos para obras no Araripe e também para fazer contatos nos Ministérios que possibilitem a liberação de novas verbas federais para ações e projetos fundamentais para a região.

Na viagem à Capital Federal, o principal objetivo de Antonio Fernando é a liberação de emendas parlamentares destinadas à conclusão das obras do “Santuário Frei Damião”, em Ouricuri. Trata-se de um importante projeto de geração de empregos. Com foco no turismo religioso, será criada a “Rota da Fé” interligando o Araripe ao Juazeiro do Norte e Canindé, no Ceará. “O deputado Kaio Maniçoba (SD) destinou R$ 1 milhão em emendas para o Santuário. Não dá para perder tempo. Estamos batalhando desde já pela liberação das verbas e para garantir mais recursos federais para a conclusão do projeto”, ressaltou Antonio Fernando.

Outro projeto que o deputado eleito levou na bagagem para defender junto aos órgãos do Governo Federal é de uma obra hídrica fundamental para o sertão e também para a geração de empregos. Antonio Fernando quer tirar o “Canal do Sertão” do papel e levar água para irrigar as terras de 17 municípios do Araripe e regiões vizinhas. O “Canal do Sertão” vai trazer água da barragem de Sobradinho para garantir a agricultura irrigada em Afrânio, Dormentes, Parnamirim, Ouricuri, Trindade, Santa Cruz, Araripina, Santa Filomena, Ipubi, Bodocó, Exu, Granito, Moreilândia, Cedro e Serrita, passando também por Petrolina. A expectativa é de geração de mais de 350 mil empregos diretos e indiretos.

Em Brasília, Antonio Fernando vai percorrer vários Ministérios ciceroneado pelo deputado federal Fernando Monteiro (PP) e pelo Prefeito de Santa Filomena, Cleomatson Vasconcelos. Os três saíram vitoriosos das eleições 2018. O Prefeito apoiou os dois deputados com excelente desempenho eleitoral em seu município. Lá, Antonio Fernando teve mais de 4 mil votos,  tornando-se o deputado mais votado na história de Santa Filomena. Fernando Monteiro, por sua vez, somou mais de 3,5 mil votos. Cleomatson teve desempenho extra em favor dos seus candidatos. Tomando-se por base as eleições 2016, quando foi eleito com 4.487 votos, ele conseguiu transferir 84% (4.070) dos seus votos para o estadual Antonio Fernando; e 74% (3.567) para o Federal Fernando Monteiro. Os três têm razões de sobra para comemorar e arregaçar as mangas em Brasília para trabalhar, honrando cada voto depositado nas urnas pelos eleitores.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Edmar Lyra




DEFESA DE LULA PEDIRÁ ANULAÇÃO DA PENA PELO FATO DE MORO SER COGITADO PARA O GOVERNO BOLSONARO

O ex-presidente Lula irá alegar parcialidade do juiz Sérgio Moro e indicar suspeição do magistrado da lava jato com o convite de Jair Bolsonaro (PSL) para o Ministério da Justiça ou Supremo Tribunal Federal (STF).

“Tudo depende de conversar para ver se há convergências importantes e divergências irrelevantes”, suspirou Moro ao Estadão.

Aceitando ou não o convite para cargo no governo Bolsonaro ou no STF, a defesa do ex-presidente pedirá a anulação da pena em virtude da perseguição e partidarização das decisões do juiz ao longo do processo.

A força-tarefa do magistrado da lava jato acusou, condenou e executou a pena contra o petista em conluio com a velha mídia. Moro ainda fez boca de urna contra o candidato do PT, Fernando Haddad, na eleição de 2018.

Moro virou prisioneiro de Lula, embora este último é que esteja injusta e politicamente encarcerado há 208 dias na Polícia Federal do Paraná.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Blog do Esmael




MAGNO MALTA DIZ QUE POSSE DE ARMA SERÁ APROVADA EM JANEIRO

O senador Magno Malta (PR), que não conseguiu ser reeleito no Espírito Santo e que faz parte da base de apoio de Jair Bolsonaro (PSL), afirmou na noite desse domingo (28) que a partir de janeiro do ano que vem o Congresso aprovará a posse de arma de fogo para o cidadão comum no país.

Em discurso no alto de um trio elétrico instalado em frete ao condomínio de Bolsonaro, na Barra da Tijuca, zona oeste, Malta afirmou ainda que não passarão no país propostas em direção a descriminalização das drogas ou do aborto.

Malta afirmou que o país é cristão, formado por “católicos, evangélicos, judeus, homens e mulheres”. Ele afirmou ainda que não é fake news a informação difundida pela campanha de que o kit anti homofobia tinha como objetivo “ensinar homossexualismo para crianças de seis anos”. “Não é fake news não, senhora [ministra] Rosa Weber”, disse.
Ovacionado pelo público, Malta disse que os opositores de Bolsonaro atacam “valores de fé, de vida e da família” brasileira. (MSN) Via Elismar Rodrigues.
Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Via Andrade Neto – Elismar Rodrigues



TEMER DIZ QUE DÁ TEMPO DE APROVAR A REFORMA DA PREVIDÊNCIA SE O ELEITO QUISER

O presidente Michel Temer disse que, se o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) quiser levar adiante a reforma da Previdência para aprová-la em seu mandato, com base no texto que já tramitou no Congresso, ele acredita que “é possível finalizá-la este ano”. Segundo Temer, “a estrada estará inteiramente asfaltada para o próximo governo”. Depois de informar que “oferecerá a ideia” a Jair Bolsonaro porque ela “já que está formatada, pronta para ser votada nos dois turnos na Câmara e nos dois turnos no Senado”, Temer reiterou que “a ideia só irá adiante se houver apoio do presidente eleito e da sua equipe”.
Temer quer passar para a história como o presidente das reformas. O presidente tem lamentado que não conseguiu aprovar a reforma da Previdência, que estava pronta para ir ao plenário, quando foi abatida por denúncias contra ele no Congresso, o que inviabilizou a sua votação.
Temer disse que não chegou a tratar do tema com o eleito, na conversa de hoje por telefone, que foi muito rápida. Mas avisou que está à disposição para levar o assunto adiante.
Mais cedo, o agora vice-presidente eleito, Hamilton Mourão, defendeu a aprovação do texto e declarou que “o ótimo é inimigo do bom”, ao sugerir que se aprovasse o que está pronto e depois se trabalhasse por uma melhora de um novo texto, para outra oportunidade. Bolsonaro e o deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), coordenador da campanha do eleito e possível ministro da Casa Civil, já haviam se posicionado contra a reforma.
Para Temer, nos dois meses que restam até o fim do ano, antes da mudança de comando do País, há tempo para se promover a reforma da Previdência, mas sem incorporar mudanças no texto. “Se for modificar demais aquilo que já está pronto para ser votado, evidentemente não dá tempo. Mas, se o presidente eleito quiser avançar na proposta que já estará pronta, acho que dará tempo porque teremos quase dois meses pela frente”, comentou.
Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Fredson paiva/Fonte – Diário de Pernambuco