MULHERES CITADAS SOB ACUSAÇÃO LEVAREM A FORÇA CRIANÇA DE 3 MESES EM OURICURI FALAM O QUE TERIA REALMENTE ACONTECIDO, COFIRA

As senhoras EDNA FERREIRA DOS SANTOS e LAYLA LAÍS GONÇALO DE ARAÚJO, que foram citadas pela polícia, como sendo imputadas de terem invadido a residência de uma mulher e levado a força sob ameaça uma criança de 3 meses, não procede, segundo relatos delas na manhã dessa segunda-feira na delegacia de Ouricuri.

Elas estavam indignadas com as declarações da mãe da criança e contam suas versões sobre o que teria ocorrido, inclusive disseram fora do ar que foram registrar um BO contra a mãe da criança por calunia e por terem sido ameaçadas por ela.

Confira os relatos das mulheres citadas, mãe e avó (imagem acima)

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro

AUTORIDADES DE PARNAMIRIM TENTAM IDENTIFICAR VÂNDALOS QUE PROMOVERAM BADERNA EM PRAÇA PÚBLICA, VEJA VÍDEO

Neste último final de semana durante a tradicional Festa de Julho no município de Parnamirim, no Sertão Central de Pernambuco, vândalos tentaram destruir um patrimônio público muito conhecido daquela cidade, a Praça do Bode.

As autoridades do município pedem a ajuda de toda população da região, para tentarem identificar os elementos, já que toda a ação delituosa foi filmada e está circulando nas redes sociais.

Aqueles que conhecerem as pessoas envolvidas, por favor procurar a Delegacia de Polícia do município de Parnamirim – PE ou entre em Contato pelo telefone (87) 3883-1812 para que os mesmos tomem as providencias cabíveis. Não precisa se identificar! Veja vídeo acima:

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro  – Radar de Notícias/GP Notícias do Sertão

PT PEDE À PGR PRISÃO DE SERGIO MORO E ALEGA ABUSO DE AUTORIDADE

PT pede prisão de Sergio Moro por acesso ilegal a inquérito de hackers - Foto: AP Photo/Eraldo Peres

O Partido dos Trabalhadores (PT) apresentou uma comunicação de crime contra Sergio Moro, ministro da Justiça, nesta sexta-feira (26/07). Na peça, o partido alega que Moro cometeu irregularidade ao acessar inquérito que corre sob sigilo na Polícia Federal.

Assinado pela presidente Gleisi Hoffmann, o documento ressalta que Moro informou os alvos de hackeamento que eles tiveram os celulares invadidos, o que indicaria claramente que ele teve acesso a investigação, mesmo sem integrar o inquérito.

Leia também

“Inicialmente, cumpre destacar o espantoso fato de o Ministro da Justiça ter acesso a dados de uma investigação sigilosa recém-instaurada pela Polícia Federal. Os dados ali acostados apenas são de acesso às partes envolvidas no processo, o que exclui por absoluto o noticiado que, apesar de ocupar o cargo de Ministro, não possui a prerrogativa de ter acesso privilegiado a informações processuais”, diz o documento.

Citando também o desejo de Moro em destruir os diálogos apreendidos com os hackers, a legenda pede à Procuradoria Geral da República a prisão de Sergio Moro e o afastamento do cargo público.

SIGA O BLOG DO EMANOEL CORDEIRO NO INSTAGRAN:

https://www.instagram.com/blog_do_emanoel_cordeiro/

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias/Yahoo Notícias/ Foto: AP Photo/Eraldo Peres

 

MPPE FAZ AÇÃO CONTRA SUSPEITOS DE DESVIAR R$ 2,5 MILHÕES DO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DE OROBÓ

Ministério Público de Pernambuco (MPPE) apreende documentos durante Operação Greed, nesta terça-feira (23) — Foto: MPPE/DivulgaçãoO Ministério Público de Pernambuco (MPPE) desencadeou, nesta terça-feira, dia 23 de julho, a Operação Greed, para prender suspeitos de envolvimento em um esquema que teria desviado, a princípio, R$ 2,5 milhões em recursos do Instituto de Previdência Municipal de Orobó (Ipreo), no Agreste do estado.

Foram emitidos cinco mandados de prisão e 12 de busca e apreensão. Durante a manhã, foram apreendidos equipamentos eletrônicos e documentos. Em um dos locais, foi encontrado um revólver. Foram realizadas, ainda, a prisão de dois homens e duas mulheres.

A operação tem relação com a realizada em novembro de 2018, quando o ex-presidente do instituto, a esposa dele e amigos foram presostemporariamente suspeitos de envolvimento no esquema de concessão de aposentadorias fraudulentas ou inexistentes.

A ação desta terça é comandada pelo Grupo de Atuação Especializada de Combate ao Crime Organizado (Gaeco/MPPE) com apoio da Polícia Militar. Além de mandados em Orobó, foram emitidos outros para serem cumpridos no RecifeAbreu e LimaPaulista Vitória de Santo Antão.

Também há mandados para João Pessoa, na Paraíba, com apoio do Gaeco do Ministério Público da Paraíba, e em Santa Catarina, com apoio da unidade do MP catarinense em Chapecó. Não foi informado se os mandados para essas localidades são de busca ou de prisão, nem o nome dos alvos.

O balanço da operação, com outros detalhes e informações sobre os alvos, só deve ocorrer na quarta-feira, dia 24.

Os cinco tiveram mandados de prisão temporária emitidos em novembro de 2018. Segundo os investigadores, o presidente do Ipreo desviava verba das aposentadorias dos servidores da cidade para a esposa e amigos.

A investigação teve início quando funcionários públicos informaram ao Ministério Público sobre a falta de resposta de pedidos de aposentadoria e também que estavam sendo incluídas pessoas jovens, que não são funcionárias públicas e sequer tinham idade para se aposentar.

O MPPE aponta que a organização criminosa utilizava de contatos com empresas para realizar a lavagem de dinheiro, escondendo a origem dos recursos.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias/G1 PE

MÉDICO E PREFEITO NO CEARÁ ABUSA DE MULHERES HÁ DÉCADAS E FILMA OS CRIMES, DENUNCIAM PACIENTES

Pacientes relatam que procuravam Hilso Paiva devido à credibilidade que ele tinha como médico — Foto: TV Verdes Mares/ReproduçãoO médico e prefeito de Uruburetama, José Hilson Paiva, pratica há décadas o crime de abuso sexual de suas pacientes, conforme denúncias de mulheres que procuraram o ginecologista em busca de consulta. O G1 teve acesso a 63 vídeos, filmados pelo próprio médico, com as pacientes. As gravações mostram Hilson com a boca nos seios de mulheres sob o pretexto de estar tirando secreção e penetrando as pacientes, alegando que precisava “desvirar” o útero delas.

Especialistas que assistiram aos vídeos afirmam que em nenhum momento Hilson Paiva realizou um atendimento ginecológico. “Trata-se de um monstro”, e as imagens “demonstram claramente um estupro da paciente”, avaliam profissionais da Associação Médica Brasileira.

O Ministério Público ouviu o relato de seis mulheres que dizem ser vítimas de abuso do médico. O prefeito afirma que nunca fez “nada forçado” e que as acusações são “jogada da oposição”. “Querem me derrubar”, argumenta Hilson de Paiva.

Os vídeos não podem ser publicados porque há mulheres nuas nas imagens e cenas de abuso sexual. Elas denunciam o prefeito desde a década de 1980, o que não resultou em condenação até então. Em outros casos, as mulheres relataram que tinham medo de denunciar o gestor porque dependiam da Prefeitura de Uruburetama para ter emprego no serviço público.

Onze mulheres ouvidas pelo Fantástico afirmaram que buscaram Hilson de Paiva pela boa reputação que ele tinha como médico na cidade. “Todo mundo tem ele como uma pessoa boa, sem saber o que ele faz”, afirma outra vítima.

Elas contam que eram atendidas em consultório particular na casa de José Hilson e também no Hospital Municipal da cidade.

Uma delas foi abusada quando tinha 14 anos. Atualmente maior de idade, ela diz que nunca contou nada pra ninguém sobre o caso e que voltava a se consultar com o doutor Hilson porque ele era o único ginecologista de Uruburetama.

Outra vítima estava com um nódulo no seio quando marcou uma consulta com o médico. “Fiquei nua. Eu achei estranho foi ele usar um canudo e chupar os meus seios.”

Em cinco dos 63 vídeos aos quais o G1 teve acesso, o Hilson de Paiva aparece com a boca nos seios das pacientes. Ele fala que é um procedimento médico para ver se há secreção. “Diminuindo, melhorou”, argumentava o médico após o procedimento abusivo.

“O que eu vi é uma maneira muito fácil de ludibriar as pessoas. Você não vai preparada pra lidar com uma situação dessa. A gente vai muito preparada pra ficar curada”, relata outra paciente do médico.

‘Trata-se de um monstro’

Denúncia das pacientes é de que o prefeito de Uruburetama abusava das mulheres durante atendimento em consultório — Foto: TV Verdes Mares/Reprodução

O secretário-geral da Associação Médica Brasileira, Antônio Jorge Salomão, assistiu aos vídeos e avaliou o conteúdo. Para ele, nenhuma das imagens mostra, a qualquer momento, um procedimento médico. “Em nenhum momento da humanidade existe esse procedimento. Isso é asqueroso.”

Para o vice-presidente da associação, Diogo Leite Sampaio, o caso se trata de crime. “Ele está se aproveitando da paciente. Ele não está examinando, procurando nenhum problema na paciente. Isso é crime.”

Das 11 mulheres localizadas pelo Fantástico que acusam o médico José Hilson, duas aparecem em três dos 63 vídeos.

Uma delas conta que procurou o doutor Hilson em 2012 porque não conseguia engravidar. No vídeo, ela já aparece nua, no consultório particular do médico, onde ele atende até hoje. A mulher nunca havia feito exame ginecológico.

“Ele pegava nos seios e pediu pra fazer sexo oral com ele”, lembra a paciente. “Fazer uma aplicação oral porque é muita secreção mesmo. Muita, muita, muita”, argumentava o médico. “Perguntei a ele por quê. Ele pegou e disse que não, que era o procedimento. Que era o que o médico fazia. Que ele tinha que ver a minha sensibilidade. Eu disse pra ele que não, que eu não queria.”

O vídeo mostra que, em seguida, o médico coloca a paciente em pé, de costas, apoiada na maca. “Pode virar. Isso, bem devagar”, comenta Hilson no vídeo. “Ele começou a mexer detrás de mim. Ele dizia: ‘Você tem que me ver como médico. Você não pode me ver como um homem. Eu sou seu médico’.”

O abuso deixou trauma na paciente. “Eu era uma pessoa que achava graça do nada, sabe? Agora todo mundo acha estranho. Vem falar comigo e eu estou séria. Eu não consigo mais brincar com ninguém”, lamenta.

Uma outra paciente que aparece nos vídeos gravados pelo médico foi abusada, segundo ela, em 2017. O crime ocorreu também no consultório particular do ginecologista e mostra o mesmo tipo de abuso: a paciente nua, de costas, e ele dizendo que está fazendo um exame. “Isso tá muito inflamado, mulher”, diz o médico no vídeo.

“Ele introduziu algo na minha vagina nessa hora. Ele vai levando na lábia”, relata a vítima. Ela não denunciou o médico. Diz que, por causa do abuso, faz tratamento psicológico e psiquiátrico. “Eu me sinto nua e despida, como se a culpa fosse minha.”

Analisando o caso dessa paciente, representantes da Associação Médica Brasileira avaliam que não houve atendimento profissional. “Não existe um tratamento clínico, muito menos uma manipulação que esse senhor, que eu nem posso chamar de médico, fez com a paciente”, argumenta Diogo Leite Sampaio.

Os vídeos mostram o ginecologista com pelo menos 23 mulheres. Dentre elas, 17 claramente foram enganadas pelo médico e sofreram abusos sexuais, conforme avaliação dos especialistas.

“É indescritível as cenas que nós observamos. Não se trata de um médico. Trata-se de um monstro”, avalia o secretário-geral da Associação Médica Brasileira.”São crimes graves. Muitas das imagens demonstram claramente um estupro da paciente, que precisam ser punidos severamente. São imagens repugnantes. São imagens de um criminoso que não faz medicina”, complementa Diogo Leite Sampaio.

Denúncias desde 1986

O médico José Hilson é nascido no Ceará e se formou no Rio de Janeiro em 1976. Depois de obter o diploma, voltou para o estado. Entre 1989 e 1992, assumiu a Prefeitura de Uruburetama pela primeira vez, quando virou notícia no Brasil por fazer a primeira prestação de contas do município em praça pública.

As primeiras denúncias ocorreram em 1986. Em 1994, duas mulheres foram à polícia denunciar Hilson de Paiva por assédio sexual durante as consultas. O caso foi arquivado, sem a condenação do médico. “Ele pediu pra eu ficar de lado, colocar a língua pra dentro e pra fora, com os olhos fechados”, conta uma mulher que diz ter sido abusada pelo ginecologista em 1994 e não fez a denúncia na época.

“Quando eu senti, eu estava colocando minha língua no pênis dele. Saí correndo, e ele foi pro banheiro, vestindo as calças.”

Mulher de Hilson também foi prefeita

A mulher de Hilson de Paiva, Maria das Graças Cordeiro de Paiva, assumiu a Prefeitura de Uruburetama por dois mandatos, entre 1997 e 2004. Em seguida, Hilson foi vice-prefeito entre 2013 e 2016.

Em 2018, o prefeito enfrentou uma crise quando um dos vídeos com as relações abusivas que ele mesmo gravou foi divulgado na imprensa. Com a repercussão do caso, cinco mulheres procuraram a polícia e denunciaram o médico por crimes sexuais. A ex-prefeita saiu em defesa do marido. Para ela, houve uma relação extraconjugal, mas não um estupro ou abuso. “Eu quero saber qual é o homem que não trai sua esposa. Eu não conheço no Brasil”, afirmou Maria das Graças na época.

Além de as pacientes não terem conseguido a condenação, o prefeito entrou na Justiça contra quatro delas, alegando calúnia e difamação. Três desistiram de denunciar o médico para evitar serem processadas. A única que mantém as acusações disse ter sido abusada em 1994.

“Para o processo [de calúnia e difamação contra as pacientes] ser arquivado, as vítimas teriam que pedir desculpa pra ele. Quando chegou na minha hora, eu disse: ‘Eu não vou pedir desculpa, você quem deve me pedir desculpa’.”

No Fórum de Uruburetama, o juiz do processo, José Cléber Moura do Nascimento, não quis falar sobre o caso.

Denúncias em outras cidades

José Hilson também atendeu pacientes na cidade de Cruz, a 150 quilômetros de Uruburetama. Além de ter um consultório particular, foi médico da família e atuou como clínico geral no Centro de Saúde e no Hospital Municipal. Em Cruz, ele também gravou vídeos com cenas de abuso sexual; 40 dos 63 vídeos foram filmados em um consultório do centro de saúde.

As cenas são parecidas com as de Uruburetama: o ginecologista fala que está fazendo um exame e engana as pacientes. Doze sofrem abusos. Uma delas foi atendida em 2012.

“Olhei no jaleco dele, ele com os genitais dele toda de fora. Ele realmente queria penetrar em mim. Eu saí de lá correndo. Hoje, eu estou aos poucos buscando força em Deus, tratamento e o apoio da família.”

Ela conta que Hilson a chamava de “bebê”. Nos vídeos, ele trata todas as pacientes com esse termo. “Tá muito inflamada ainda, bebê”; “Isso, bebê”; “Muito irritado, bebê, ainda”, diz em alguns trechos dos vídeos.

Essa palavra traz sofrimento até hoje para vítima. “Quando [alguém] me chama de bebê, vem um impacto. Não aceito esse nome. Bebê, pra mim, é muito chocante.”

‘Nunca fiz nada forçado’

Em entrevista, o prefeito nega ter realizado qualquer prática de abuso. Para ele, as denúncias são uma estratégia de políticos de oposição para afastá-lo.

“Eu nunca fiz nada forçado. Nada à força, não tive nada forçado. Isso é uma jogada da oposição. Querem me derrubar.” Ele afirma que teve relações sexuais com algumas mulheres, “mas não foi no consultório”.

Questionado por que filmava as pacientes, Hilson diz apenas que o repórter “perguntou demais” e deixa o local da entrevista.

Por meio de nota, o advogado do prefeito afirma que o cliente teve conhecimento dos vídeos apenas por “ouvir dizer”, que “aguarda as mídias para uma manifestação mais concreta sobre o caso” e que irá ao Ministério Público para saber sobre a veracidade do material.

Conforme juristas ouvidos pelo G1, Hilson de Paiva pode ser condenado pelas filmagens que fez das pacientes e também por violação sexual mediante fraude e estupro.

“Há muitos anos que esse homem vive abusando um monte de mulheres. Eu espero que aconteça justiça por muitas que não podem falar, que não sabem como falar, que não puderam se defender”, diz uma das pacientes do médico.

BLOGUEIRO E RADIALISTASOFRE ATENTADO EM PETROLINA

A casa do radialista e blogueiro CUBY FERNANDES, em Petrolina, foi alvo de um atentado, na madrugada de hoje. O portão da residência e as portas de vidro foram atingidos por quatro disparos de arma de fogo.

Cauby Fernandes, de 48 anos, recebia ameaças há vários dias. O motivo foi a publicação de uma reportagem sobre atitudes erradas de vereadores e secretários no município. Por volta das 4 horas e 30 minutos, o radialista estava em casa quando ouviu os disparos. “Fiquei assustado, mas consegui ligar para a polícia que chegou rapidamente”, contou.

O blogueiro procurou a delegacia e fez um boletim de ocorrência. Segundo depoimento, as ameaças de morte começaram depois da publicação e pode ter ligação com o caso, que será investigado pela polícia. Ninguém ficou ferido e ainda não há suspeitos pelo crime.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias/Magno Martins

HOMEM DENUNCIA QUE FOI AGREDIDO INJUSTAMENTE POR POLICIAL DURANTE ABORDAGEM EM OURICURI

Esteve em nossa redação o senhor JOSE ARNALDO ALVES, conhecido Naldo Lourenço, residente no sitio Capim Grosso em Ouricuri, informando que foi agredido sem motivo por um policial do GATI quando se encontrava em um bar no sitio Chapada do Tamboril.

Ele estava acompanhado da namorada, REGINA SANDRA ALVES DE SÁ, que é funcionária da delegacia de Ouricuri, a qual presenciou todo o evento.

Confira o que disse a vítima:

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias

ROBERTO CABRINE DO SBT ENTREVISTA MODELO QUE ACUSA NEYMAR DE ESTUPRO

O jornalista Roberto Cabrini saiu na frente e, dentro do “SBT Brasil”, entrevistou com exclusividade Najila Trindade Mendes de Souza, jovem que está acusando o jogador Neymar de tê-la estuprado durante um encontro em Paris, na França.

Fui vítima de estupro e agressão“, afirmou Najila a Cabrini. Questionada sobre a troca de advogados, a jovem explicou que sofreu preconceito por parte do profissional. “Primeiro que ele [o advogado] não estava acreditando totalmente em mim. Eu senti preconceito da parte dele“. Em carta aberta divulgada ontem (4) no “Jornal Nacional”, os primeiros responsáveis pela defesa da jovem afirmaram discordar da acusação de estupro. “Deu a entender que ‘você não foi estuprada, você deu porque você quis, você fez porque quis. Então eu vou isentar essa parte, não vou colocar essa parte, vou falar a agressão porque eu tenho as provas, você me mostrou as provas, que são as fotografias’. Acho que ele só acreditou eme mim porque ele viu a foto que o próprio Neymar mandou para mim. Minha foto machucada“, concluiu Najila sobre a desavença com os advogados. Cabrini, então, perguntou como Najila conheceu o atleta da seleção brasileira. “Conheci o Neymar pelo Instagram e a conversa foi normal, sem nudes. A conversa foi tranquila“, revelou.

Ela também falou sobre a realização pessoal que o encontro com Neymar lhe proporcionaria: “Eu tinha o intuito de ter uma relação sexual com ele. Era um desejo meu. Ele pagou as passagens porque eu não podia ir por questões financeiras. Ele, então, sugeriu que podia resolver isso pagando as passagens. Eu viajei a Paris com o desejo de encontrar e ficar com ele“. Na sequência, ela detalhou o primeiro encontro com o atleta: “Estava preparada para ter uma relação sexual com Neymar. Quando cheguei a Paris, eu fui pro hotel. Ele me disse que iria pra uma festa, mas que antes passaria no hotel para me dar um beijo. Eu estava toda feliz, mas quando cheguei lá, ele estava agressivo e bem diferente daquela pessoa que eu conheci na rede social“, contou. Najila prosseguiu: “Quando nos vimos, começamos a nos beijar e ele começou a me despir. Até aí, tudo bem. Só que ele começou a me dar uns tapas e eu reclamei que estava me machucando. Ele se desculpou“.

A moça afirmou que Neymar se exaltou após ela se recusar a transar sem preservativo. “Eu perguntei a ele se tinha preservativo, mas ele disse que não tinha. Então, falei que íamos ficar só em carícias, porém, ele me virou e cometeu o ato. A partir do momento em que ele me segurou violentamente e me obrigou a cometer o ato sexual, foi contra a minha vontade“, disparou. “Após tudo, eu não conseguia falar nada para ele. Só conseguia chorar, sem falar nada pra ele. Eu levantei em estado de choque. Ele se levantou e foi até o banheiro, como se nada tivesse acontecido“, continuou Najila. “Quando eu entendi que ele me violentou, eu senti vontade de fazer justiça. Num primeiro momento, queria entender o que houve, mas em um segundo momento, tentei prosseguir o assunto para que ele não mudasse de comportamento comigo. Eu precisava provar o que ele fez comigo“, afirmou. Najila negou qualquer tentativa de extorsão, conforme relatado pela defesa do jogador. “Eu não extorqui ninguém e nem pedi dinheiro a ninguém. O Neymar impediu que eu desse parte dele à polícia. Ele me fez muito mal e estou muito traumatizada com esse caso e quero que ele pague pelo que ele fez“, disparou. Indagada sobre ter consciência em relação aos danos que tal denúncia pode fazer à carreira do jogador, Najila disse querer “que esse fato represente uma questão de honra. Estávamos juntos por questão pessoal e própria. Os traumas que eu fiquei disso tudo, deve ser feito justiça“. Ela ainda falou sobre as dívidas que tem – e que resultaram nas acusações de extorsão nas redes sociais. “Até que meu nome fosse veiculado na imprensa, eu não tinha ação de despejo, mas depois desse fato, tudo mudou. […] Eu tranquei meus estudos por questões pessoais, que não veem ao caso. Eu não preciso de qualquer motivo para Arrancar dinheiro dele, concluiu.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias/Fonte:RD1

DENÚNCIAS DE CORRUPÇÃO EM PERNAMBUCO PODEM SER FEITAS PELO WHATSAPP

Uma nova ferramenta para denunciar o crime organizado e combater a corrupção em Pernambuco já está em funcionamento. O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) está disponibilizando um número de WhatsApp para que a população envie informações que possam ajudar na abertura de investigações.

A iniciativa é do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Por meio do número (81) 99284-0063, as pessoas podem enviar textos, fotos, áudios e vídeos que possam comprovar as informações repassadas. A identidade do denunciante será preservada.

“Estamos determinados a reforçar e incrementar a nossa contribuição para a defesa do cidadão e da vida, valores maiores de uma política de segurança pública, além da natural manutenção de um combate firme à corrupção em todos os municípios pernambucanos. Com esse número, estamos disponibilizando um canal mais rápido de comunicação com a sociedade, que ganha uma maneira mais prática para encaminhar eventuais denúncias”, afirmou o procurador-geral de Justiça do MPPE, Francisco Dirceu Barros.

Com o novo canal, os promotores de Justiça do Gaeco recebem informações da população e elas são triadas e podem ser investigadas, caso haja indícios de crimes cometidos. “Esperamos que as denúncias possam facilitar as investigações como um todo. Agora elas precisam ser fundamentadas e não podem ser usadas como instrumentos de vingança pessoal, perseguição política ou coisa do gênero. No Gaeco temos pessoas especializadas em identificar quem quer denunciar algo sério ou apenas incriminar desafeto ou adversário”, disse o coordenador do Gaeco, Frederico Magalhães.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Via JC

HOMEM DE TRINDADE PE TEM WHATSAPP HACKEADO POR ESTELIONATÁRIOS QUE TENTAM APLICAR GOLPE DO DINHEIRO EMPRESTADO EM

Um trindadense foi surpreendido com o golpe do Whatsapp na tarde dessa quarta-feira (22-05), um cidadão muito conhecido em Trindade e região do Araripe, o Mansueto  que é comerciante, estava em uma ligação no seu celular, quando desligou percebeu que seu aplicativo de mensagens Whatsapp  estava sendo desinstalado automaticamente, o que  lhe causou um grande espanto.

Em questão de segundos o mesmo percebeu que seu Whatsapp havia sido
hackeado por estelionatários  que em seguida começaram enviar mensagens para todos os seus contatos pedindo dinheiro emprestado alegando está sem saldo por já ter extrapolado o limite de saques e transferências daquela data, e que no dia seguinte logo pela manhã depositaria de volta o dinheiro emprestado.

O assunto gerou desconfiança em muitas pessoas, pois a mesma mensagem foi enviada para todos os contatos salvos no telefone do comerciante, o mesmo fez uma transmissão ao vivo em suas redes sociais afirmando que seu telefone havia sido hackeado  e que não era ele que pedia dinheiro emprestado e que aquela ação se tratava de uma investida criminosa.
Mesmo assim algumas pessoas foram barradas na boca dos caixas do banco quando iam depositar ou transferir o dinheiro, pois se tratava de uma pessoa muito conhecida, o mesmo informou que acionou de imediato o delegado para tomar as providencias do caso.

Ele falou à nossa reportagem sobre o fato ocorrido, confira:

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias/Colaboração Francisco Monteiro

MORADORES RECLAMAM DE PERTURBAÇÃO DO SOSSEGO COM PAREDÃO DE SOM ENSURDECEDOR EM OURICURI

Em carta enviada à nossa redação, moradores da rua Raul Lins no bairro Santa Maria denunciam e pedem providências com som em alto volume.

Confira na íntegra o teor da carta:

Gostaríamos de pedir ao senhor que postem neste veículo de comunicação e nos ajudem, comunicando as autoridades competentes que tomem providências a respeito da poluição sonora que vem acontecendo quase todos os dias nas mediações do Posto Raul Lins, em frente ao Ponto de Apoio num estabelecimento chamado LUCAS BAR.  Este estabelecimento tem se tornado um verdadeiro tormento para os moradores que residem naquelas mediações, pois eles ligam paredões de som com volume extremamente alto, e esses acontecimentos tem sido muito freqüentes e se estende por noites a dentro, indo até as madrugadas. Naquela vizinhança moram pessoas de todas as idades, pessoas que tem problemas de saúde, mulheres que amamentam, gente que trabalha e precisa descansar para no dia seguinte retomar as suas atividades etc..

As pessoas reclamam do barulho que se faz naquele local e até agora nada foi feito para resolver essa situação. Queremos ressaltar que não temos nada contra os proprietários do comércio citado nem contra os produtos que ali são comercializados, só queremos que liguem o som num volume mais baixo e respeitem o horário para  não prejudicar ainda mais a população vizinha.

Ouricuri, 13 de maio de 2019

Agradece os moradores.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias

DIA NACIONAL DE LUTA EM DEFESA DA EDUCAÇÃO – OURICURI ADERE AO MOVIMENTO CONTRA A REDUÇÃO DE VERBAS DAS FEDERAIS

Institutos federais Sindsep e servidores em toas as esferas são convocados a adesão

 Em Assembleia Sindical realizada no campus Ouricuri no dia 09/05, foi deliberada unanimemente adesão a Paralisação Nacional no dia 15/05.

– Contra os cortes de verba nas Universidades e Institutos Federais;

– Contra a Reforma da Previdência

– Em defesa das Ciências Humanas

Esperamos vocês às 08h na Praça Frei Damião – quarta-feira (15/05)

Iremos confeccionar cartazes e coletar assinaturas pedindo apoio dos deputados e senadores por Pernambuco. No documento apresentaremos os impactos no nosso campus que serão causados pelo corte de verbas.

Apoie o movimento! Juntos, profissionais da educação!

Precisamos do apoio e participação da população do Araripe para conseguir mostrar com as assinaturas no documento e com os vídeos, o quanto estamos em alerta aos posicionamentos dos políticos em nossa defesa.

O SINDSEP engrossa as fileiras e adere a greve geral

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias

EX PREFEITO É ACUSADO DE TENTAR COMPRAR VEREADORES PARA APROVAÇÃO DE SUAS CONTAS E DESMENTE ACUSAÇÃO

Após denúncia de ouvinte no programa Tribuna Livre nesta sexta-feira, 03 de maio, por meio de telefone, se identificando como JONATAS VASCONCELOS, residente na Avenida São Sebastião, no residencial Minha Casa Minha Vida em Ouricuri, que afirmava que o ex prefeito estaria tentando comprar vereadores por R$ 30.000,00, afirmando ser uma informação verídica e que o seu vereador, (no qual ele votou), mas não citou o nome.

Ao tomar conhecimento,o ex gestor, CEZAR DE PRETO de imediato,se dirigiu a emissora e lhe foi concedido o espaço, onde ele rebateu as acusações e disse lamentar que essa pessoa tenha a intenção de lhe prejudicar, afirmando ainda que por respeito a cada vereador e a cada cidadão,jamais teria essa iniciativa.

Ouça denúncia:

Ouça a resposta de César de Preto:

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias/Rádio grande Serra FM – Programa Tribuna Livre

 

MULHER DENUNCIA QUE ESTÁ SENDO DISCRIMINADA EM POSTO DE SAÚDE DE OURICURI

A senhora Francisca Nunes da Silva que reside na rua João Castor Sobrinho, 39, bairro Canacui em Ouricuri, procurou na data de ontem, 02 de maio, e denunciou à nossa reportagem que recebeu por duas vezes uma escrita no verso do seu encaminhamento médico um relato desejando não atendê-la.Acompanhe o relato da comunitária dona Francisca Nunes.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias/Rádio Grande Serra FM -Ouricuri

DENUNCIA: MÃE FAZ VÍDEO PARA RELATAR SOFRIMENTO DE ADOLESCENTE GRÁVIDA AGUARDANDO ATENDIMENTO NO DOM MALAN/IMIP – PETROLINA, CONFIRA O VÍDEO

A mãe da adolescente Ingrid Vitória de Souza, 15 anos, enviou um vídeo ao Blog para relatar o sofrimento da filha que aguarda atendimento para o parto há 13 dias no Hospital Dom Malan/IMIP em Petrolina (PE).

O vídeo que tem duração de aproximadamente dois minutos e meio, mostra a garota em uma sala normal da unidade gemendo de dores.

As informações são de Edenevaldo Alves – Petrolina – Do BLOG do Emanoel Cordeiro