MULHER PEDE AJUDA AO PREFEITO DE OURICURI E SANTA E SANTA CRUZ PARA ADQUIRIR UMA CADEIRA DE RODAS ELÉTRICA PARA O ESPOSO E FILHA DEFICIENTES EM OURICURI

A pessoa de CLÁUDIA KELLE DA CONCEIÇÃO ALVES, residente à rua Raimundo Barreto Cavalcante, 112 barro nossa senhora de Fátima em Ouricuri pede ajuda por meio desse veículo de comunicação para o esposo ANTERO FERNANDES DA SILVA e a sua filha VITÓRIA ALVES LACERDA.

Em contato conosco ela contou sua situação financeira para conduzir ambos para atendimento médico, dizendo “Eu estou precisando de uma cadeira de roda motorizada, mas como é cara, se o prefeito  mim  ajudar mais tem  também outra  forma  dele ajudar  existe uma Biz que ela já é de paraplégico  mesmo  eu peço uma ajuda  do prefeito  no que ele poder”

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro




UBS JOSÉ PIMENTEL EM OURICURI JÁ RECEBEU DUAS MÉDICAS EM SUBSTITUIÇÃO ÀS CUBANAS

Nesta terça-feira, 04 de dezembro, algumas unidades de saúde de Ouricuri, receberam os novos profissionais do programa “Mais Médicos”, num total de 12 que integram o programa.

A UBS Unidade Básica de Saúde José Pimentel I e II, situada à praça frei Damião, no centro da cidade recebeu nesta terça, duas médicas que começaram seus atendimentos na referida unidade.Dra. Kamilla Nayara da Silva Miranda é natural de Petrolina e já atendeu em Parnamirim,  Dra. Sammyra Maria Alencar Tavares, natural de Araripina, já trabalhou em Juarez Távora PB e agora integram o quadro da Secretaria de Saúde por meio do Mais Médicos em Ouricuri.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro




MÉDICOS SUBSTITUTOS DO PROGRAMA MAIS MÉDICOS DO GOVERNO FEDERAL JÁ ESTÃO EM OURICURI E ASSUMEM ESSA SEMANA

A secretária de saúde de Ouricuri, Gardiele Andrade, recebeu na manhã desta segunda-feira, 03 de dezembro, a presença dos 12 médicos que irão substituir os médicos cubanos em Ouricuri. O encontro foi no CEREST.

Estiveram presentes os 12 novos médicos que substituirão os 12 cubanos do programa “Mais Médicos”, a coordenadora de assistência básica da sede, Liliane, da zona rural Wedson Ferreira, vigilândia e saúde, E Sus, Policlínica, dentre outras, além de representantes da área de saúde municipal.

Na oportunidade a secretária falou da importância da reunião, seu objetivo e assegurou que os 12 médico assumirão ainda essa semana.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro




CAMPANHA CONTRA AFTOSA TERMINA AMANHÃ DIA 30 E ADAGRO ALERTA PARA O PRAZO

Encerra se amanhã a 2ª Etapa da Campanha de Vacinação contra Aftosa e em Ouricuri o veterinário da ADAGRO, Dr. Ronaldo Bispo, alerta sobre o prazo de término da campanha e a importância de vacinar no prazo, bem como declarar a vacinação.

Ele fala ainda sobre a importância de antes de comprar a vacina, comparecer ao escritório da ADAGRO para comprovar a quantidade de animais e a quantidade certa de vacina para o rebanho. Confira os detalhes com o Dr. Ronaldo Bispo

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro




MORADOR ENCABEÇA ABAIXO ASSINADO PEDINDO UBS NA ZONA RURAL DE OURICURI

A nossa redação foi visitada pelo senhor LINDEILSON DA SILVA OLIVEIRA, 29 anos, residente no sitio Passagem em Barra de São Pedro, zona rural de Ouricuri, segundo ele, a s comunidades das localidades do Sitio Passagem, Lagoa do Desterro, Sitio do Meio, Sitio Poço, Sitio Tanque dos Benícios e Sitio Barreiro, se reuniram e tomara a decisão do que seria atualmente de maior serventia para as comunidades, que atualmente são atendidas.

Segundo o comunitário eles são atendidos na Barra de São Pedro, a cerca de 24 quilômetros em média e a solução seria a reforma de uma escola municipal denominada Cesário Pereira Lima, que está abandonada no sitio Passagem em Barra de São Pedro.

Em nome da comunidade, o usuário disse que uma cópia desse documento já foi entregue na Câmara, destinado a presidente Adelucia Cleia e na prefeitura, onde ele diz esperar uma resposta positiva por parte do município.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro




HEMOCENTRO OURICURI REALIZOU NESTA TERÇA, DIA 20 A FESTA DO DOADOR 2018

Com intuito de homenagear doadores de sangue fidelizados e celebrar o Dia Nacional do Doador de Sangue, celebrado em 25 de novembro, o Hemocentro Ouricuri, promove entre os dias 19 e 22 de novembro, a Festa do Doador 2018 com entrega de certificados para doadores de sangue com 25 e 50 doações, que ocorreu nesta terça-feira, dia 20 de novembro com e sorteio de brindes para os doadores que comparecem durante todo o evento.A assistente social do Hemocentro Ouricuri, Nayane Lopes, falou sobre a importância da realização da Festa do Doador 2018. “É um momento de homenagear doadores de sangue com 25 e 50 doações para que eles se sintam reconhecidos em saber que salvaram muitas vidas com o gesto de doar sangue”, disse.

Ela também agradeceu aos patrocinadores da Festa do Doador 2018 e convida a população de Ouricuri e da Região do Araripe a doar sangue e participar do evento.

Laura Albuquerque, supervisora de captação de Hemorede no interior, participou ao vivo com Emanoel Cordeiro, falando sobre o sucesso da campanha no Hemocentro de Ouricuri e disse que valeu apena a participação de cada doador e ainda incentivou a doação de sangue independente de campanha e falou ainda dos principais requisitos para ser um doador.

– Ter entre 16 e 69 anos (menores de 18 anos precisam comparecer a doação acompanhados do responsável);

– Apresentar documento original com foto (Carteira de Identidade ou Carteira de Habilitação);

– Peso superior a 50 kg;

– Fazer uma refeição saudável, evitando comidas gordurosas, antes da doação;

– Gozar de boa saúde;

– Ter dormido no mínimo 06 h na noite anterior à doação;

– Não ter recebido transfusão de sangue ou hemoderivados nos últimos 12 meses;

– Não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 h que antecedem a doação.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro




MINISTÉRIO DA SAÚDE SUSPENDE QUASE R$ 78 MILHÕES EM REPASSES PARA ATENDIMENTO À SAÚDE MENTAL, CAPS NA LISTA

Repasses de quase R$ 78 milhões, que seriam destinados ao atendimento à saúde mental em 22 estados e no Distrito Federal, foram suspensos na última sexta-feira, DIA 16 de novembro pelo Ministério da Saúde. A decisão, publicada no Diário Oficial da União, afeta 319 serviços como os Centros de Atenção Psicossocial (Caps), Serviços Residenciais Terapêuticos, Unidades de Acolhimento e leitos de saúde mental em hospitais gerais.

Segundo o órgão, o montante que totaliza R$ 77.885.465,64 foi suspenso por “por ausência de registros de procedimentos nos sistemas de informação do SUS.”

O Ministério afirmou que o repasse poderá ser restabelecido, desde que os registros sejam regularizados nos próximos seis meses. Caso isso não aconteça, as unidades definitivamente ficam fora dos repasses do SUS.

Todos os serviços são parte da Rede de Atenção Psicossocial do SUS. Os Caps, criados em 2002, têm por objetivo garantir o atendimento a pacientes com transtornos mentais ou usuários de álcool e drogas, seja por meio de atendimentos individuais (com medicamentos e terapia) ou em grupos, substituindo os manicômios.

Os serviços residenciais terapêuticos são locais onde pessoas que passaram por internações psiquiátricas e não têm vínculos familiares podem receber cuidados. Já as unidades de acolhimento são aquelas destinadas a usuários de álcool e drogas, que necessitam de atendimento 24 horas por dia. O tempo de permanência nessas unidades, de acordo com o Ministério da Saúde, é de até seis meses.

Em Pernambuco foram 11 Serviços de atendimento à saúde mental com repasses suspensos.Minas Gerais é o estado com mais repasses suspensos

Das 319 unidades de atendimento à saúde mental com repasses suspensos,

  • 72 são Caps;
  • 194 são serviços residenciais terapêuticos (SRT);
  • 31 são unidades de acolhimento (UA);
  • 22 são leitos de saúde mental em hospitais gerais

Minas Gerais foi o estado que teve mais unidades com o repasse suspenso: 65. Em seguida vem o Rio de Janeiro, com 53. São Paulo aparece em terceiro, com 43 unidades nessa situação. Amapá, Espírito Santo, Rondônia e Roraima foram os únicos estados não afetados pela decisão.

Serviços de atendimento à saúde mental com repasse suspenso por estado

UF Quantos serviços tiveram o repasse suspenso?
Acre 2
Amapá Nenhum
Amazonas 8
Bahia 20
Ceará 16
Distrito Federal 6
Espírito Santo Nenhum
Goiás 8
Maranhão 6
Mato Grosso 2
Mato Grosso do Sul 2
Minas Gerais 65
Pará 2
Paraíba 8
Paraná 26
Pernambuco 11
Piauí 3
Rio de Janeiro 53
Rio Grande do Norte 4
Rio Grande do Sul 25
Rondônia Nenhum
Roraima Nenhum
Santa Catarina 2
São Paulo 43
Sergipe 5
Tocantins 2
TOTAL 319

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/G1 – Ciência e Saúde




CUBA NÃO ACEITOU CONDIÇÕES PARA CONTINUAR MAIS MÉDICOS

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) se manifestou nas redes sociais sobre a decisão do governo Cubano em deixar o Programa Mais Médicos, do qual participa desde 2013 no Brasil. No Twitter, o presidente disse que ofereceu condições para a continuidade do programa, mas que Cuba não aceitou.

“Condicionamos à continuidade do programa Mais Médicos a aplicação de teste de capacidade, salário integral aos profissionais cubanos, hoje maior parte destinados à ditadura, e a liberdade para trazerem suas famílias. Infelizmente, Cuba não aceitou”, escreveu o presidente eleito no Twitter.

O Ministério da Saúde Pública de Cuba afirmou que a decisão de sair do programa, no entanto, foi causada pelas declarações recentes de Bolsonaro. Ao todo, mais de 18,2 mil profissionais trabalham na saúde básica por meio do programa. Eles devem deixar o país até 31 de dezembro.

Na rede social, outros políticos também se manifestaram sobre a polêmica. A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann (PR) lamentou a decisão, e criticou o militar reformado. “Vi esse programa nascer e ajudei a implementá-lo. Mas entendo as razões: o desrespeito, ameaças e violência com que Bolsonaro trata Cuba não lhes deixam em segurança”, disse.

O ex-deputado e presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson disse que Cuba rompeu o acordo porque Bolsonaro não queria mais pagar 70% aos governo, e 30% aos cubanos. “Melhor assim. Que o dinheiro vá só para o médico”, afirmou.

Já Guilherme Boulos (PSol) comentou os resultados do convênio, como o atendimento de pessoas mais carentes. “Quem depende do SUS sabe a diferença que é ter um médico de família. Não podemos aceitar esse retrocesso”, opinou.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Correio Brasiliense 




HEMOCENTRO OURICURI VAI REALIZAR FESTA DO DOADOR 2018

Com intuito de homenagear doadores de sangue fidelizados e celebrar o Dia Nacional do Doador de Sangue, celebrado em 25 de novembro, o Hemocentro Ouricuri vai promover, entre os dias 19 e 22 de novembro, a Festa do Doador 2018 com entrega de certificados para doadores de sangue com 25 e 50 doações, que ocorrerá no dia 20 de novembro, e sorteio de brindes para os doadores que comparecem durante todo o evento.
Além da Festa do Doador 2018, o Hemocentro Ouricuri irá realizar diversas ações no mês de novembro como a palestra “Doador do Futuro” para crianças do município de Ouricuri.
A assistente social do Hemocentro Ouricuri, Naiane Lopes, falou sobre a importância da realização da Festa do Doador 2018. “É um momento de homenagear doadores de sangue com 25 e 50 doações para que eles se sintam reconhecidos em saber que salvaram muitas vidas com o gesto de doar sangue”, disse.
Ela também agradeceu aos patrocinadores da Festa do Doador 2018 e convida a população de Ouricuri e da Região do Araripe a doar sangue e participar do evento.
Confira os requisitos para doar sangue:
– Ter entre 16 e 69 anos (menores de 18 anos precisam comparecer a doação acompanhados do responsável);
– Apresentar documento original com foto (Carteira de Identidade ou Carteira de Habilitação);
– Peso superior a 50 kg;
– Fazer uma refeição saudável, evitando comidas gordurosas, antes da doação;
– Gozar de boa saúde;
– Ter dormido no mínimo 06 h na noite anterior à doação;
– Não ter recebido transfusão de sangue ou hemoderivados nos últimos 12 meses;
– Não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 h que antecedem a doação.
Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Hemocentro Ouricuri



AGENTES DE SAÚDE DE OURICURI, SINDSEP E VEREADORES SE REÚNEM EM OURICURI PARA DISCUTIR DIREITOS AMEAÇADOS

Na manhã dessa segunda-feira, 12 de novembro, ACSs – Agentes Comunitários de Saúde ACEs – Agentes Comunitários de Endemias de Ouricuri, diretoria do SINDSEP e Câmara de Vereadores se reuniram no plenário da Casa em uma reunião simultânea para discutir direitos que estão ameaçados.

Segundo a presidente da Associação dos ACSs de Ouricuri, Roméria Rodrigues,a vários dias se tentava realizar essa reunião para expor a indignação ao poder público municipal sobre a falta de acordo com a gestão no tocante ao pagamento de insalubridade dos Agentes de Saúde do último concurso de 2016.

Segundo a presidente os acordos foram quebrados e se fez necessário solicitar a intervenção dos vereadores para intermediar um diálogo com o gestor municipal, vale salientar que a reunião contou com o apoio e a participação ativa do Sindsep.

Durante a discussão, o gestor, segundo informes, chegou a ligar para a vereadora Adelucia Cleia, presidente da Casa e prometeu receber a categoria na próxima quarta-feira, dia 21 de novembro, às 15 horas no gabinete da prefeitura.

Além do pagamento da insalubridade, a categoria reivindica inda a entrega de materiais de proteção, pois segundo a presidente dos ACSs, somente foram entregues o material didático e ainda falta o incentivo adicional anual (Pmaq), que deveria ser pago ao final de cada ano, reajuste salarial, dentre outros e todos esses assuntos abordados serão levados ao gabinete do prefeito Ricardo Ramos no próximo dia 21, inclusive com a câmara e a secretária de saúde.

O diretor do Sindsep, Dhone Monteiro, ressaltou a importância da parceria da entidade com a Associação dos Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias em busca da manutenção e conquista de direitos adquiridos e segundo ele desde janeiro vem sendo solicitado ao prefeito que conceda a gratificação de insalubridade aos 18 novos agentes, que é um direito conquistado, inclusive há uma Lei sancionada na primeira gestão do atual prefeito e que não vem sendo respeitado pela prefeitura.

Ainda segundo o diretor, o prefeito e a secretária foram convidados para a reunião, porém teriam justificado a ausência, pois cumpriam agenda no povoado de Cara Branca, zona rural do município.  Perguntado se os ACSs e ACEs deveriam receber a insalubridade a partir de agora, o diretor afirmou que a luta é pelo retroativo a janeiro.

Um outro tema abordado foi a questão do ponto eletrônico que vem prejudicando os ACSS, que segundo o sindicalista fica humanamente impossível para quem realiza o trabalho externo.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro




COORDENADORA DE ATENÇÃO PRIMÁRIA A SAÚDE DE OURICURI LILIANE XAVIER ASSEGURA ATENDIMENTO DE USUÁRIOS DA UBS NOSSA SENHORA DO CARMO NA POLICLÍNICA

Após o fechamento do Gabinete Odontológico da UBS Nossa Senhora do Carmo no dia 31 de agosto e o fechamento da unidade por questões de estrutura após chuva em Ouricuri, a coordenadora das UBSs da sede do município, Liliane … emitiu uma nota e falou sobre o fechamento e o que a secretaria de saúde do município para que os usuários não fiquem sem atendimento médico e odontológico.

Segundo Liliane, os agentes comunitários já foram informados e estão repassando aos usuários que serão atendidos na Policlínica e no CEUs do município. (veja a nota cima)

Em entrevista, a coordenadora confirmou as informações sobre o atendimento da UBS, confira:

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro




PREFEITURA DE OURICURI ENTREGA EQUIPAMENTOS A UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE, JOSÉ PIMENTEL RECEBE VÁRIOS ITENS

A Prefeitura de Ouricuri por meio da secretaria de saúde fizeram na manhã dessa sexta-feira, 19 de outubro, a entrega de vários equipamentos para a Unidade Básica de Saúde José Pimentel I e II em Ouricuri.

Na oportunidade, foram entregues novas máquinas, macas, mesas e cadeiras, equipamentos eletrônicos e quites de saúde.

O prefeito Ricardo Ramos e a secretária de saúde Gardiele Andrade, juntamente com a coordenadora dos PSFs sede Liliane Almeida e Wedson Ferreira (Zona rural) estiveram presentes, juntamente com as coordenadoras da unidade, Mikaele Costa e Socorro Sobral, bem como toda equipe da UBS, recepcionaram a comitiva e presenciaram a chegada do material.

A secretária falou da importância do material para o desempenho das atividades e o atendimento aos usuários.

Ricardo Ramos, afirmou que mesmo apesar do momento de crise, não mede esforços para equipar as unidades e melhorara saúde e promete ainda entregar veículos às unidades de saúde para melhorar o trabalho dos profissionais.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro




EM ORICURI, RESOLUÇÃO DO MPF SOBRE CARGA HORÁRIA DE MÉDICOS É DISCUTIDA PELA AMUPE

O Ministério Público Federal passou a exigir das prefeituras a assinatura de um TAC (Termo de Ajuste de Conduta), para garantir a exigência de 40 horas semanais de trabalho para os médicos contratados pelos municípios.

Para discutir o assunto, o Presidente da Amupe, José Patriota, esteve um Ouricuri ao lado de prefeitos e secretários da Região do Araripe, Vale do São Francisco e Sertão Central. Segundo o anfitrião Ricardo Ramos, Prefeito de Ouricuri, “é importante que o Ministério Público escute o apelo de quem está na ponta, cuidando dos serviços e do atendimento ao povo. Os profissionais de saúde protestam e, muitas vezes, pedem demissão por não conseguirem cumprir a carga horária. É uma situação danosa para todos.”

As resoluções da reunião serão levadas ao MPF pela Amupe. Além de prefeitos e secretários, estiveram presentes na discussão representantes do Sindicato dos Médicos de Pernambuco e do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS/PE).

Da Ascom PMO




MÉDICOS RESCINDEM CONTRATOS COM A PREFEITURA DE EXU DEVIDO IMPLANTAÇÃO DO PONTO ELETRÔNICO E MORADORES FICAM SEM ATENDIMENTO

Os moradores do município de Exu, no Sertão de Pernambuco, na  terra do Rei do Baião, estão sofrendo há cerca de dois meses com a falta de atendimento médico nos postos de saúde.

Desde que a prefeitura assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público Federal (MPF), obrigando os profissionais a bater o ponto e cumprir a jornada de trabalho de oito horas por dia, 11 dos 13 médicos do Programa de Atenção Básica pediram rescisão de contrato e deixaram de atender.

“Essa é uma atuação nacional do Ministério Público (MP) desde 2013. O Ministério Público vem percebendo que, infelizmente, vários profissionais de saúde, notadamente da estratégia de Saúde da Família, não cumprem a carga horária determinada na Política Nacional de Atenção Básica (PNAB). Nós então temos chamado os prefeitos para discutir e propor um ajustamento de conduta, sobretudo com a implantação do controle da jornada através de registradores eletrônicos de ponto”, explica o procurador da república, Marcos de Jesus.

Exu tem cerca de 31 mil habitantes e, sem médico nos postos de saúde, pessoas como a agricultora Maria Aparecida Souza Brito da Silva, que busca atendimento para o neto, estão indo para o hospital público do município. Com o aumento da demanda, a unidade ficou sobrecarregada.

De acordo com o prefeito de Exu, Raimundo Saraiva, o município aumentou o salário dos médicos de R$ 8 mil para R$ 10 mil, mas não conseguiu suprir as ausências. Apenas um médico foi contratado. Segundo o gestor, a prefeitura está buscando nas universidades profissionais recém-formados.

O médico cubano Richard Afonso Bonachea é um dos poucos que continuam atuando no Programa de Atenção Básica no município. Ele atende em um posto na zona rural e diz que o número de pacientes aumentou.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/G1




CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA SARAMPO E PÓLIO COMEÇA SEGUNDA DIA 6 EM PERNAMBUCO

Começa na próxima segunda-feira, dia 6 de agosto, a campanha estadual de vacinação contra a poliomielite e sarampo. A ação, de iniciativa de Secretaria de Saúde de Pernambuco, espera imunizar mais de 544 mil crianças, entre 1 e 5 anos, que são os alvos da campanha.

O período de vacinação se estende até dia 31 de agosto, com o Dia D em 18 de agosto. A caderneta de vacinação da criança deve ser apresentada ao profissional de saúde, para que seja registrada a nova dose.

Durante a campanha, poderão ser aplicadas a vacina inativada da poliomielite (VIP – injetável) ou a vacina oral da poliomielite (VOP). A injetável deve ser feita em crianças que nunca tomaram a vacina antes. Para as que tem uma ou mais doses de qualquer tipo de vacina contra poliomielite, deve ser feita a dose oral.

Já no caso do sarampo, o imunizante é a vacina tríplice viral, que também protege contra a caxumba e rubéola. “A tríplice deve ser aplicada em todas as crianças com ou sem histórico vacinal, exceto se a última dose tenha sido há menos de 30 dias”, pontua Ana Catarina, coordenadora do Programa Estadual de Imunização.

Se a criança tomou a tríplice viral recentemente, a dose da campanha só deve ser feita 30 dias após esta aplicação. No momento da campanha, de acordo com as informações contidas nas cadernetas de vacinação, o profissional do serviço de saúde informará aos pais ou responsáveis da necessidade de reforço dessa vacina.

Pernambuco completa 30 anos sem a circulação da poliomielite, além de 4 anos sem registro de sarampo.

Os últimos registros de poliomielite em Pernambuco foram em 1988, onde foram detectados 5 casos com recuperação e 1 óbito. No ano de 1980 o Estado chegou a ter 111 casos, com 13 óbitos.

Em todo o Estado, o sarampo teve 199 casos confirmados em 2013 e 27 em 2014. Anteriormente, o último registro tinha sido em 1999, com 240 casos. Em 2018, não há nenhuma confirmação.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/JC On Line