IX GERES REALIZA FÓRUM PERINATAL PARA DISCUTIR REDUÇÃO DA MORTALIDADE INFANTIL NO SERTÃO DO ARARIPE

A IX Regional de Saúde realizou nessa terça-feira, dia 04 de junho, em Ouricuri, o II Fórum Perinatal para discutir a redução da mortalidade infantil e materna na região. O encontro aconteceu no auditório da regional de saúde com membros de todos os municípios pertencentes a IX Geres, além do Fórum de mulheres do Araripe e sindicato de agentes de saúde dentre outras entidades de área.

137 pessoas participaram do evento que contou com palestras, apresentações de dados e demonstrativos voltados para a redução da mortalidade materna e infantil com a finalidade de garantir atenção integral e de qualidade, com o tema  “Mobilização pela Redução da Mortalidade Materno-infantil”.

Joelma Rodrigues, gerente da IX Geres, falou da importância do evento para a região  “Sabemos que a redução da mortalidade materna e infantil no Brasil é ainda um desafio para os serviços de saúde e a sociedade como um todo. A redução da mortalidade materna e infantil não é possível sem a identificação e combate de suas causas, por isso estamos abordando a importância de um trabalho preventivo, e com muito esforço, vamos implantar esse trabalho que venha apresentar bons resultados”. Afirmou Joelma.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias/Francisco Monteiro

MUNICÍPIO INVESTIGA DENUNCIA DE SUSPEITA DE SURTO DE CAXUMBA EM OURICURI

Várias pessoas procuraram as unidades de saúde em Ouricuri com sintomas de caxumba e denunciando um possível surto de Caxumba (Papeira) em vários bairro da cidade, o fato foi comunicado a secretaria de saúde e ao setor de imunização.

Caxumba é uma doença infecciosa causada por um vírus da família dos Paramyxovirus, que provoca inflamação não só nas glândulas parótidas, mas também nas glândulas submaxilares e sublinguais. Na maior parte das vezes, a infecção se manifesta na infância, nos meses de inverno e no começo da primavera.

Nossa reportagem conversou com a coordenadora municipal do PIN Jacilene Matos que falou sobre as ações tomadas pelo município para investigar e conter o possível surto, confira:

SAIBA MAIS SOBRE CAXUMBA, SINTOMAS, TRANSMISSÃO E PREVENÇÃO:

Sintomas

caxumba, também chamada de papeira ou parotidite, tem um período de incubação de duas ou três semanas. Seus primeiros sintomas são febre, calafrios, dores de cabeça, musculares e ao mastigar ou engolir, além de fraqueza. Uma das principais características da doença é o aumento das glândulas salivares próximas aos ouvidos, que fazem o rosto inchar. Nos casos graves, a caxumba pode causar surdez, meningite e, raramente, levar à morte. Após a puberdade, pode causar inflamação e inchaço doloroso dos testículos (orquite) nos homens ou dos ovários (ooforite) nas mulheres e levar à esterilidade. Por isso, é necessário redobrar a atenção nestes casos e ter acompanhamento médico.

Transmissão

Altamente contagiosa, a caxumba é causada pelo vírus Paramyxovirus, transmitido por contato direto com gotículas de saliva ou perdigotos de pessoas infectadas. Costumam ocorrer surtos da doença no inverno e na primavera e as crianças são as mais atingidas.

Prevenção

A melhor maneira de evitar a caxumba é através da vacinação aos 12 e 15 meses de vida. Caso uma pessoa seja afetada, ela não deve comparecer à escola ou ao trabalho durante nove dias após início da doença. É preciso, ainda, desinfectar os objetos contaminados como secreções do nariz, da boca e da garganta do enfermo. A vacinação de bloqueio é recomendada para quem manteve contato direto com pessoas doentes.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias

UBS JOSÉ PIMENTEL EM OURICURI REALIZA OFICINA SOBRE RELAÇÕES INTERPESSOAIS PARA MELHOR ATENDIMENTO AOS SEUS PACIENTES

Na última quinta-feira, 30 de maio, a psicóloga Mariana Aires, integrante da equipe do Núcleo Ampliado de Saúde da Família, órgão vinculado ao poder público municipal, ministrou oficinas e conversas acerca do tema Relações Interpessoais para Melhor Atendimento.

No evento foi abordada a importância de demonstrar empatia, humildade e compreensão ao próximo, especialmente no ambiente de maior convivência, para um melhor desempenho pessoal e profissional.

A equipe da UBS Jose Pimentel, já é conhecida por seu bom atendimento, mas reconhece a importância de sempre buscar melhorias e relacionamento com o público usuário.

Regada de palestras e dinâmicas, houve uma grande interação e participação dos funcionários da unidade, que aprovaram a ideia e já foram contemplados com um replay da oficina, com um novo tema, porém com o mesmo objetivo.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias

COMANDANTE GERAL DA PM INCENTIVA TROPA A TOMAREM A VACINA CONTRA A GRIPE EM PERNAMBUCO

O comandante geral da Polícia Militar de Pernambuco, o Cel. Vanildo Maranhão, por meio de um vídeo, incentiva e convoca toda a corporação para que façam adesão à vacina contra a gripe.

Segundo o comandante, a atividade policial é de risco e não se deve relaxar e ficar exposto ao perigo.

Vale salientar que o hoje, comandante geral da Polícia Militar, já comandou o 7º BPM de Ouricuri.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias – SDS – PE

PROGRAMA PRETENDE AMPLIAR SERVIÇOS E HORÁRIOS DE POSTOS DE SAÚDE

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, anuncia novo programa para ampliar o atendimento das Unidades Básicas de Saúde (UBS) no país.

O Ministério da Saúde pretende ampliar os serviços e os horários de atendimento das unidades de saúde da família (USFs). Por meio do programa Saúde na Hora, anunciado nestaquinta-feira, dia 16 de maio, a ideia é disponibilizar mais recursos para prefeituras que, em contrapartida, devem cumprir requisitos como abrir as unidades de saúde no horário de almoço, à noite e nos finais de semana, bem como manter prontuários eletrônicos atualizados.

Esse programa inicia a reorganização da atenção primária [à saúde]. Ele tem um olhar que facilita para que o gestor municipal possa reorganizar o horário de funcionamento e o número de equipes e os critérios mínimos de atendimento de suas unidades, priorizando a gestante, a vacinação, e dando, às USFs utilização, uma vez que são prédios públicos que ficavam abertos somente das 7 às 11h e das 13 às 17h”, explicou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, hoje (16) ao anunciar o programa.

Dessa forma, o governo pretende auxiliar os gestores municipais a reorganizarem o formato dessas unidades que, atualmente, é de 40 horas semanais. “Acrescentamos os [formatos] de 60 e 75 horas semanais. Isso descomprimirá a porta de urgência das unidades de pronto atendimento e dos prontos-socorros”, acrescentou.

As unidades terão, também, de ampliar a oferta de serviços à população. Entre os serviços a serem prestados estão o de acolhimento com classificação de risco; consultas médicas e de enfermagem nos três turnos; consultas de pré-natal; oferta de vacinação; coleta de exames laboratoriais; rastreamento de recém-nascidos, gestação e de doenças sexualmente transmissíveis; e pequenos procedimentos injetáveis, curativos, além de pequenas cirurgias e suturas.

Para aderir ao horário estendido, as unidades deverão atender à alguns requisitos, como manter a composição mínima das equipes de Saúde da Família – com médico, enfermeiro e auxiliar de enfermagem – sem reduzir o número de equipes que já atuam no município.

A UBS também deve funcionar sem intervalo de almoço, de segunda a sexta, podendo complementar as horas aos sábados ou domingos. A unidade também deve priorizar uma parte da agenda para atendimentos espontâneos, ou seja, sem a necessidade de marcar consulta com antecedência. Além disso, a unidade também deve ter o prontuário eletrônico implantado e atualizado.

De acordo com levantamento apresentado pelo ministro, 336 USFs já funcionam em horário ampliado; e 2.289, localizadas em 400 municípios, já estão aptas a participar do programa. A essas cidades basta enviar proposta ao Ministério da Saúde por meio do sistema E-Gestor. A proposta deverá informar quais unidades pretendem adaptar ao novo modelo.

Segundo o Ministério da Saúde, há, no país, 42 mil postos de saúde. A maioria funciona no regime de 40 horas semanais.

Mais recursos

O incremento nos repasses dependerá da quantidade de equipes e do modelo de ampliação de cada unidade.

As USFs que ampliarem de 40 para 60 horas, sem atendimento odontológico, receberão um incentivo de adesão de R$ 22,8 mil. Caso tenham atendimento de saúde bucal, o incentivo sobe para R$ 31,7 mil. Já as unidades que atendem pelo período de 75 horas semanais e fazem atendimento de saúde bucal receberão um incentivo de adesão de R$ 60 mil. Quanto ao financiamento das USFs, os repasses terão aumentos que variam de 106,7% a 122%.

A previsão é de que, em 2019, o programa represente um aumento de R$ 150 milhões no orçamento das unidades, para atender cerca de 1 mil unidades – número que, segundo o ministro, pode ser ampliado para 1,3 mil em 2020; 1,7 mil em 2021; e 2 mil em 2022.

A portaria que institui o programa foi assinada durante a cerimônia de ontem e deve ser publicada no Diário Oficial da União desa sexta-feira, dia 17.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias/IstoÉ

SECRETARIA DE SAÚDE DE PE ABRE SELEÇÃO PARA GERENTES REGIONAIS COM VAGAS PARA OURICURI E OUTRAS CIDADES DO SERTÃO

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) abriu seleção pública simplificada para o cargo comissionado de gerente para as 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres). O edital foi publicado ontem (7) no Diário Oficial e as inscrições seguem até o dia 24/05 na sede da SES, no Bongi, nas sedes das Geres ou pelo e-mail: selecaogerentedegeres@gmail.com. Os profissionais serão selecionados para atuação durante o período de dois anos. A remuneração é de R$ 5.647,75. Caso os profissionais selecionados já sejam servidores do Estado, a remuneração é de R$ 4.518,20, referente à representação do cargo de gerente, além do salário-base.

As Geres são unidades administrativas da Secretaria Estadual de Saúde e foram criadas para atender as especificidades de cada região do Estado. O gerente atua planejando, organizando e coordenando as ações de saúde no âmbito regional, apoiando os municípios da sua área para que haja o fortalecimento das políticas públicas no Estado. As sedes das Geres são nos municípios de Recife, Limoeiro, Palmares, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Salgueiro, Petrolina, Ouricuri, Afogados da Ingazeira, Serra Talhada e Goiana. Cada uma das 12 Gerências fica responsável por um determinado número de municípios pernambucano, totalizando todos os 184, mais Fernando de Noronha.

Critérios

Os profissionais interessados precisam ter diploma de nível superior; atuação comprovada de, no mínimo, três anos no Sistema Único de Saúde (SUS); e ter ocupado cargo de gestão na área de saúde, no setor público ou privado, por, no mínimo, quatro anos. No ato da inscrição, todos deverão apresentar um plano de gestão para a sua Regional.

O processo seletivo contará com duas etapas. A primeira será por meio de análise curricular e do plano de gestão. O resultado preliminar sairá em 29/05. Os recursos poderão ser impetrados nos dias 30/05, 31/05 e 03/06. O resultado dos recursos e do chamamento para a segunda etapa, por meio de entrevista, sairá em 06/06. As entrevistas serão entre 10/06 e 14/06 – nessa etapa, serão chamados os três primeiros lugares para cada Geres. O resultado final sairá em 20/06. Mais informações estão disponíveis no edital publicado no Diário Oficial, que também está disponível no portal.saude.pe.gov.br.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias/SES -Secretaria Estadual de Saúde

SECRETARIA DE SAÚDE DE OURICURI EMITE NOTA SOBRE DENUNCIA DE USUÁRIA DE UBS QUE SE DIZ DISCRIMINADA

Após tomar conhecimento da DENÚNCIA da senhora FRANCISCA NUNES DA SILVA, a secretaria de saúde do município enviou uma note assinada pela secretária GARDIELLE ANDRADE, na qual diz não haver inícios suficientes para confirmação da denúncia, contudo diz que continuará a investigar o caso.

A secretária em nota afirma ainda que prestará assistência a usuária denunciante.

CONFIRA NA ÍNTEGRA A NOTA ENVIADA À NOSSA REDAÇÃO:ENTENDA A DENÚNCIA:

A senhora Francisca Nunes da Silva que reside na rua João Castor Sobrinho, 39, bairro Canacui em Ouricuri, procurou na data de ontem, 02 de maio, e denunciou à nossa reportagem que recebeu por duas vezes uma escrita no verso do seu encaminhamento médico um relato desejando não atendê-la.

OUÇA A DENUNCIANTE:

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias

AGENTES DE SAÚDE DE OURICURI REIVINDICAM DA GESTÃO REAJUSTE SALARIAL PARA CATEGORIA

Após participar do programa jornalístico Tribuna Livre da rádio Grande Serra FM, comentando o reajuste dos servidores municipais,  a presidente do ACSs – Agentes Comunitários de Saúde de Ouricuri, ROMÉRIA RODRIGUES, mostra que sua categoria não foi beneficiada.

Em artigo enviado à nossa redação, ela expõe seu ponto de vista sobre a proposta do município não contempla a classe de agentes de saúde e endemias. Confira o artigo enviado:

“[14:18, 18/4/2019] ROMÉRIA PRESID ACS: Agentes de saúde de Ouricuri reivindica da gestão o reajuste salarial pra categoria. Pois os mesmos si sentem indignado com a exclusão da categoria não são reconhecidos como servidor público do município de Ouricuri. Vamos a luta más não abrimos mão reajuste já de 2% independente do limite pessoal baixar ou não. Assim fica garantido a categoria já sofre com a perda do reajuste de 1.81% de 2018 sendo que foi aprovado e sancionado mas não foi incluído em janeiro quando foi fixado o piso. portanto não podemos aceitar essa situação desastrosa com os profissionais que são muito importantes onde o dinheiro da saúde que entra no cofre público através da produção dos ACS, somos nós que damos sustentação a verba que entra da saúde no município e porque o município de Ouricuri não reconhece essa categoria negando um pequeno reajuste de 22 reais pra cada profissional, sem falar que já tem um ano que os mesmos vem cobrando materiais de trabalho e qualidade na saúde pública atenção também a assistência a população que precisa do SUS.

A presidente continua no artigo denunciando que os profissionais ainda não tiveram acesso aos materiais e cotas de exames precários e a farmácia básica do município faltando medicamentos.

Com a palavra a autoridade ou órgão competente para que possa se pronunciar sobre o assunto. Espaço aberto.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias

OURICURI REALIZA HOJE A 8ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE

Com o tema “Fortalecendo a Democracia e Garantindo Direitos”, acontece nesta quinta-feira, 04 de abril, no salão paroquial São Sebastião em Ouricuri a 8ª Conferencia Municipal de Saúde do município com uma vasta participação de usuários e profissionais da saúde.

Devido a grande quantidade de pessoas se inscrevendo no evento,houve um certo atraso no início dos trabalhos, sendo iniciado por volta das 9 horas e 30 minutos, quando a mesa foi composta pela secretária de saúde Gardiele Andrade, Ednaldo Coriolano, coordenador do evento, a vice-prefeita Gildevânia Melo, a secretária de Ação Social Karol Barros, Thiago Magalhães, coordenador da Polícia Científica, Dra. Glória Beatriz, gerente do Hospital Regional Fernando Bezerra, além do representante dos usuários dos SUS, Raimundo Severo, dentre outras autoridades.

Na plateia, servidores e usuários da saúde municipal e estadual, além representantes da sociedade, sindicatos e membros da prefeitura participam do evento que consta de leitura do regimento, palestras, trabalhos em grupos sobre os temas abordados e apresentação com conclusão desses trabalhos ao final do dia.

Segundo a secretária Gardiele Andrade, o grande número de participantes e a demora na inscrição gerou um atraso de cerca de 1 hora, porém os trabalhos estão acelerados e antes das 17:30, deve se encerrar o evento, que além dos encaminhamentos, serão eleitos delegados para participar da conferência estadual e posteriormente, a federal, que deverá ter delegados de Ouricuri.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias

PREFEITO DE OURICURI AO LADO DE TADEU ALENCAR ENTREGA MICRO ÔNIBUS 0KM PARA O TFD

Na manhã desta sexta-feira (29) o Prefeito de Ouricuri Ricardo Ramos, a Vice-Prefeita Gildevânia Melo, Vereadores e Secretários de Governo entregaram à população ouricuriense o tão sonhado Micro Ônibus 0km para uso exclusivo dos pacientes que fazem Tratamento Fora de Domicílio, o chamado TFD. Novo veículo oferecerá mais conforto a quem precisar realizar tratamentos nas grandes cidades.

O Deputado Tadeu Alencar que destinou emendas parlamentares para a aquisição do novo veículo também esteve presente. “Ouricuri realiza hoje um grande sonho. Muitos municípios sonham em ter um veículo próprio para o TFD, que ofereça mais conforto e segurança aos pacientes, mas aqui em Ouricuri agora é realidade!” revelou o parlamentar.

A entrega faz parte do Programa Obra da Semana, um marco na Gestão Municipal que tem trazido desenvolvimento aos quatro cantos de Ouricuri. Segundo a Secretária Municipal de Saúde Gardielle Andrade, “Esta é uma das maiores e mais importantes ações que a gestão fez dentro do programa.

Em discurso, Ricardo Ramos ressaltou a parceria que tem com o Deputado Tadeu Alencar e do compromisso que assumiu em trazer benefícios para o município. “Graças ao apoio do Deputado Tadeu Alencar, hoje Ouricuri realiza mais um grande sonho. O novo micro ônibus para o TFD vai acabar de vez por todas com o desconforto de quem já sofre tendo que fazer tratamentos nos grandes centros urbanos. Agora a realidade será diferente”, pontuou Ricardo.

Nas redes sociais, a população parabenizou e reconheceu os esforços da gestão municipal. “Parabéns Prefeito Ricardo por muito trabalho realizado. Você está de parabéns”, escreveu Luciene Alves. “Obrigada Prefeito. Obrigada Deputado Tadeu Alencar”, comentou Everane Alencar.

Da Assessoria de Comunicação
Fotos: Hércules Félix | ASCOM

SECRETÁRIA DE SAÚDE DE OURICURI COMENTA SOBRE RECLAMAÇÃO DE FALTA DE MÉDICO NA ZONA RURAL DO MUNICÍPIO

Durante o evento de entrega de um micro-ônibus ao TFD – Tratameto Fora de Domicílio em Ouricuri, a nossa reportagem, baseada na denuncia do ouvinte Vandeilson Pereira de Oliveira, 38 aos, que é mototaxista e reside no sitio Cova do Anjo, zona rural de Ouricuri, reclamou sobre a falta de médico naquela localidade.

Questionada pela reportagem do Tribuna Livre da Grande Serra FM, a secretária Gardiele Andrade comentou o assunto, quando disse que há um grande esforço da secretaria e do gestor municipal para sanar o problema, a questão seria a falta de profissionais disponíveis para cumprir o TAC e cumprir expediente de 8 horas nas unidades de saúde,confira:

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Radar de Notícias – Rádio Grande Serra FM Ouricuri

MULHER DE DORMENTES PE, GRÁVIDA DE QUADRIGÊMEOS DÁ A LUZ EM PETROLINA

Uma moradora da cidade de Dormentes (PE), no Sertão do São Francisco, deu à luz quatro bebês em uma gestação natural, sem fertilização. O menino João Miguel e as meninas Maria Alice, Maria Fernanda, Maria Isabella nasceram através de cesariana neste domingo, dia 24 de março, no Hospital Dom Malan (HDM)/Imip, em Petrolina. As crianças e a mãe, Riqueline de Brito Macedo, de 33 anos, passam bem.

A gestação de quatro gêmeos de maneira natural é rara e, segundo especialistas, só costuma acontecer em uma mulher a cada 600 mil. Desde que descobriu a gestação de quadrigêmeos, Riqueline vem sendo acompanhada pelo Alto Risco do HDM/Imip.

A muher disse em entrevista ao blogueiro e radialista Carlos Britto em Petrolina que já tem duas meninas, sendo, uma de quatro anos, e outra que completará nove. Mas a chegada de outros quatro filhos de uma só vez a surpreendeu, sobretudo porque ela não passou por nenhum tratamento especial, o que é natural nesses casos.

Segundo Riqueline, existe um histórico na sua família, mas não de quadrigêmeos. “Há um caso de gêmeos, e também outro de trigêmeos. Mas quadrigemelar não”, informou. Os bebês nasceram com 34 semanas, com cerca de dois quilos cada um – um peso bom, segundo os médicos.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Radar de Notícias/ Carlos Britto

GESTANTE ACOMPANHADA PELO ALTO RISCO DO HDM/IMIP DARÁ A LUZ A QUADRIGÊMEOS EM PETROLINA

Algumas vezes a notícia de uma gravidez pega as pessoas de surpresa. Ou pela gestação não ter sido planejada, ou por não estar esperando, entre muitos outros motivos. Mas, desta vez o que assustou RIQUELINE DE BRITO MACEDO, 33 anos, natural de Dormentes, não foi a confirmação da gestação não. Foi o número de embriões gestados: 4 (quatro). Isso mesmo, daqui há algumas semanas ela será mãe de mais três meninas e um menino.

Em 2007, RIQUELINE engravidou pela primeira vez de gêmeos. Na época ela se mudou com o esposo para São Paulo e foi acompanhada lá. Infelizmente ela não conseguiu levar a gestação muito adiante e teve os bebês prematuros com 7 meses. Um dos fetos faleceu ainda na barriga e o outro só viveu seis minutos.

Em 2008 outra gestão também sem sucesso. Ela sofreu um aborto espontâneo com apenas 5 semanas. Em 2010 foi que nasceu a primeira filha MARIA CLARA, hoje com 9 anos (completados em 18 de março), e em 2015 nasceu MARIA LUÍZA. Na tentativa de vir um menino, RIQUELINE resolveu arriscar o terceiro filho. Então, em fevereiro de 2017 parou de tomar o anticontepcional. Ela conta que não foi tão fácil engravidar. “Tinha horas que a gente queria, depois resolvia esperar mais um pouco, até que veio a notícia”.

E que notícia. Ainda sem cair a ficha ela conta que o médico pediu um exame Beta-hCG quantitativo e percebeu que os valores estavam muito altos. Então, suspeitou de uma gestação já avançada. Mas, ciente da regularidade do seu ciclo menstrual ela resolveu fazer logo uma ultrassom transvaginal.

“Na hora o médico perguntou se eu tinha feito algum tratamento ou inseminação. Aí pensei logo que eram dois, pois já tinha tido uma gravidez de gêmeos e tem muitos casos de gêmeos na família. Mas, para o meu espanto ele disse que o ultrassom estava mostrando quatro sacos gestacionais e três embriões. O quarto só foi confirmado mesmo depois, em um segundo exame”, relata.

“Nem sei descrever minha reação. Acho que eu fiquei em pânico”, revela. Para contar para o marido ela diz que faltou até a fala: “Fiz o número 4 com os dedos porque a voz não saia”. “Quando eu cheguei em casa ele perguntou se o exame tinha confirmado mesmo a gravidez. Eu disse que ele tinha que perguntar era de quantos”, disse sorrindo.

Desde que descobriu a gestação de quadrigêmos, RIQUELINE vem sendo acompanhada pelo Alto Risco do Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina. “Fiz pré-natal de alto risco aqui e no dia 16 de janeiro, durante o exame de doppler fetal Dr. Marcelo descobriu que eu estava com um afunilamento no útero, que corria o risco de abrir por conta do peso dos bebês. Daí já fiquei internada para tomar antibiótico e colocar o pessário”, explica.

“Riqueline não pôde fazer a cerclagem [que consiste em dar pontos no colo do útero] devido à quantidade de semanas que ela já tinha. Então, optamos pelo pessário, aliado ao uso da progesterona [anel de silicone colocado no colo do útero para prevenção do parto prematuro]. Essa opção da utilização do pessário associado à progesterona faz parte de um estudo nosso com a Unicamp, e no caso de Riqueline percebemos que foi um sucesso”, esclarece o especialista em medicina fetal, Marcelo Marques.

Riqueline atribuiu o avançar da gestão à assistência prestada pelo Dom Malan. “Em janeiro tive alta, mas já sai com a indicação de voltar com 32 semanas para ficar internada até o parto. Todo lugar que eu ia para fazer exame ou consulta eu ouvia que meu lugar era no Dom Malan, pois só aqui tinha incubadora e UTI neonatal. Então, sei que estou no lugar certo. Agora é só esperar”, diz otimista.

No momento, Riqueline está quase fechando as 34 semanas. A equipe médica pretende levar a gestação a 36 semanas, mas não sabe se será possível. O caso de Riqueline é discutido e acompanhado diariamente. Dois dos bebês já estão com mais de 2 Kg, os menores com 1 Kg e 800 gramas e 1 Kg e 900 gramas. “Eles já estão com peso bom e, por isso, já estamos pensando em programar o parto”, informa Marcelo.

Riqueline é dona de casa e o esposo está tentando uma aposentadoria por invalidez devido a um problema na coluna. Mesmo assim ela garante que já está quase tudo pronto para a chegada das três Marias e do João Miguel. “A gente tem umas rendas de aluguel e a família também vai ajudar. Onde tem Deus nada falta”, afirma.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Radar de Notícias/Fonte Edenevaldo Alves

CLAUDIA BEATRIZ É ELEITA PRESIDENTE DO SIMEPE PARA O TRIÊNIO 2019-2022

A médica obstetra Claudia Beatriz Camara de Andrade Silva é a nova presidente eleita do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe). Formada pela Universidade de Pernambuco (UPE), em 1993, ela possui residência em Tocoginecologia pelo Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip). Claudia é a terceira mulher a comandar o Simepe. A primeira foi Léa do Carmo (1983-1990), e a segunda Bernadete Antunes (1990-1993).

Em sua gestão à frente do Simepe, Claudia Beatriz pretende valorizar o movimento dos médicos de Pernambuco com ênfase para o fortalecimento contínuo do Plano de Cargos e Carreiras e Vencimentos (PCCV). Outra linha de trabalho será a descentralização das atividades sindicais em prol da categoria, através da consolidação dos movimentos médicos no interior de Pernambuco.

Para oxigenar o movimento sindical, a nova diretoria pretende incentivar à participação e a associação de novos médicos e estudantes ao Simepe. Uma forma de aproximar a categoria do sindicato será a criação de um aplicativo para smartphones, a fim de facilitar e integrar as ações sindicais aos seus associados.
Com o aplicativo, os associados terão agilizadas as suas demandas, bem como, a facilitação do acesso aos benefícios oferecidos pelo Programa de Benefício ao Médico (PROBEM). Em relação ao PROBEM, a ideia é atrair novas parcerias, a fim de ampliar e garantir vantagens e benefícios que proporcionem bem-estar e comodidade ao profissional.

A nova diretoria tem também como meta a ampliação da integração do sindicato com as Sociedades de Especialidades Médicas e a valorização dos honorários médicos dos profissionais através da Comissão Estadual de Honorários Médicos (CEHM-PE).

Perfil
Com especialização em Saúde da Família concluída no Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva (NESC), Claudia Beatriz atuou por mais de 10 anos na rede de atenção primária à saúde, atendendo na USF Carmelitas, no Bairro Novo, em Camaragibe, e no PSF da Ilha do Joaneiro (Distrito Sanitário II), na área central do Recife.

Iniciou a sua militância sindical em 2008, como diretora de base do Sindicato dos Médicos da Pernambuco (Simepe). Militante aguerrida na luta por melhores condições de trabalho e salarial da categoria, Claudia seguiu trilhando uma trajetória de conquistas, participando de importantes movimentos sindicais.

Em 2009, ela se destacou na histórica campanha salarial dos médicos do Recife. Participou de diversas outras frentes de luta da categoria médica. Foi Secretaria Geral do Simepe entre os anos de 2012 e 2016. Em seguida, disputou às eleições da entidade em 2016, quando foi eleita vice-presidente do Simepe, ao lado do presidente Tadeu Calheiros.

Como vice-presidente do Simepe, Claudia foi um dos pilares fundamentais na construção do acordo firmado entre o sindicato e os médicos que atendem à rede estadual de saúde. Na ocasião, a categoria conseguiu benefícios históricos, como o reajuste plurianual que contabilizou 31,5% de aumento, além da incorporação da gratificação de plantão para os profissionais de saúde. A mesma conquista foi obtida para os servidores vinculados à Prefeitura de Recife, em 2018.

Com foco na valorização da categoria médica e na interiorização das ações em todo o Estado, Claudia liderou movimentos salariais exitosos em Petrolina e Caruaru, que resultaram em conquistas importantes e perenes para os profissionais médicos do Sertão do São Francisco e Agreste.

Mesmo com a intensa atividade sindical, Claudia mantém a sua rotina de trabalho como profissional de base. Desde 2007, ela atua como obstetra na Maternidade Professor Barros Lima, no populoso bairro de Casa Amarela, pertencente à rede municipal de saúde.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias/Roberto Gonçalves

VEREADOR EVERALDO VALÉRIO É SUBMETIDO A CIRURGIA E SE AFASTA DAS FUNÇÕES PARLAMENTARES POR 30 DIAS

Após consulta dermatologista com Dr. Victor Peixoto na cidade Ouricuri o Vereador EVERALDO VALÉRIO TEIXEIRA, (PT), foi submetido uma cirurgia simples para a retirada de um câncer com formação inicial na região do nariz.

A cirurgia foi realizada com sucesso na tarde dessa quinta-feira, dia 14 de março e devido o procedimento cirúrgico, o médico afastou o parlamentar por 30 dias de suas funções para sua melhor recuperação.

Informações repassadas pelas redes sociais, não conseguimos ainda contato com o parlamentar para maiores informações.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro