QUEDA DE METEORO NO PARANÁ ASSUSTA MORADORES, VEJA VÍDEO

Moradores de várias cidades do noroeste do Paraná dizem que viram um clarão no céu e escutaram um estrondo, como se fosse um trovão, na madrugada desta sexta-feira , dia 13 de setembro.O fenômeno foi provocado por um meteoro que entrou na atmosfera da Terra, segundo a Rede de Observação Brasileira de Meteoro – organização que observa esse tipo de acontecimento no Brasil.Câmeras de segurança de algumas casas registraram o clarão, e essas imagens causaram uma discussão ainda maior.

A Rede Brasileira de Observação de Meteoro, (Bramon), organização que observa esse tipo de acontecimento no Brasil, confirmou que um meteoro entrou na atmosfera da Terra e se desintegrou após explodir. 

Moradores de várias cidades do noroeste do Paraná dizem que viram um clarão no céu e escutaram um estrondo, como se fosse um trovão, na madrugada desta sexta-feira (13). O fenômeno foi provocado por um meteoro que entrou na atmosfera da Terra, segundo uma organização que observa esse tipo de acontecimento no Brasil.

Câmeras de segurança de algumas casas registraram o clarão (como mostrado no vídeo), e essas imagens causaram uma discussão ainda maior.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias/Agro News Brasil

NASA AFIRMA QUE ASTEROIDE DESTRUTIVO PODERÁ ATINGIR A TERRA EM OUTUBRO DESSE ANO

Um asteroide com o poder destrutivo de 2.700 megatons de explosivos TNT tem o potencial de atingir a Terra no final deste ano. Os rastreadores da NASA revelaram que o asteróide identificado como “FT3” se aproximará de nosso planeta em 3 de outubro. A agência espera que o sobrevôo seja apenas a primeira de 165 aproximações entre 2019 e 2116.

Apesar do risco de cataclismo, ou seja, transformação em grandes proporções da crosta terrestre, ser baixo, os cientistas alertam que devemos ficar espertos. O FT3 é um objeto rochoso monstruoso que mede 340 metros de diâmetro e chega a pesar 55.000.000.000 kg. Se ele se chocasse contra nosso planeta, atingiria a superfície a uma velocidade de 20,37 km por segundo, o equivalente à mais de 45.500 km/h.

A força do impacto seria igual a 2.700 megatons de TNT ou 2.700.000.000 de toneladas de TNT. Em comparação, a bomba nuclear lançada contra Hiroshima, no Japão, em 1945 estava na faixa de 13 a 18 quilotons – 13.000 a 18.000 toneladas de TNT.

O asteroide FT3 é uma rocha espacial do tipo Apollo, o que significa que segue uma órbita semelhante ao asteróide 1862 Apollo, e circula o Sol dentro dos limites do cinturão entre Marte e Júpiter. A NASA avistou a rocha pela primeira vez em 20 de março de 2007 e desde então confirmou a órbita dele com base em um total de 14 observações.

A agência espacial afirmou que “no caso improvável de que um evento de impacto em potencial persista até que a órbita esteja relativamente bem definida, a probabilidade de impacto e o risco associado tende a aumentar à medida que as observações são adicionadas”.

Felizmente, até o momento a probabilidade de impacto, apesar de existente, é baixa: para a aproximação de 3 de Outubro deste ano ela é de uma em 11 milhões, ou seja, há 99.9999908% de chance dele errar o alvo, para nossa sorte. Depois disso, a NASA estima outras possibilidades de impacto em 2 de Outubro de 2024 e 3 de Outubro de 2025.

A agência publicou em seu site que “um asteroide em uma trajetória de impacto na Terra não poderia ser abatido nos últimos minutos ou mesmo horas antes do impacto”. Por isso, é importante o monitoramento contínuo do espaço, em busca de ameaças em potencial.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias/Via Express /Olhar Digital – Linkda notícia: https://olhardigital.com.br/noticia/nasa-afirma-que-asteroide-destrutivo-pode-atingir-a-terra-em-outubro/87673

APAC EMITE ALERTA DE CHUVA FORTE PARA ZONA DA MATA, GRANDE RECIFE E AGRESTE NESTA SEGUNDA

Rio Carimã transbordou e alagou Barreiros, na Zona da Mata de Pernambuco, neste domingo (21) — Foto: Everaldo Silva/TV Globo

A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu, neste domingo, dia 21 de julho, um alerta de chuvas com intensidade de moderada a forte, para Zona da Mata, Grande Recife e Agreste do estado. O aviso é válido até as 17 horas da segunda-feira, dia 22 de julho. Um alerta semelhante foi divulgado na sexta-feira (19).

Municípios do estado registram chuva ao longo do final de semana. Neste domingo, mais de 500 famílias do município de Barreiros, na Zona da Mata Sul, precisaram deixar as suas casas por conta de alagamentos. O nível dos rios Una e Carimã subiu, invadindo ruas e imóveis.

A previsão da Apac é de que a chuva comece pela Zona Mata Norte e desça até a Mata Sul, atingindo em seguida a Região Metropolitana do Recife e o Agreste do Estado.Rio Carimã transbordou e alagou ruas e casas de Barreiros, neste domingo (21) — Foto: Defesa Civil de Barreiros/DivulgaçãoA Defesa Civil do Recife informou que mantém um plantão permanente, podendo ser acionada pelo telefone 0800.081.3400. A ligação é gratuita e o atendimento 24h. A orientação é que, em caso de necessidade, moradores de locais de risco procurem abrigos seguros.

A Codecipe também monitora a situação da chuva e pode ser acionada pela população através dos telefones 199 ou (81) 3181.2490.

VENTANIA:Desabamento na Usina Trapiche ocorreu na madrugada deste domingo (21) — Foto: Reprodução/WhatsApp

Em Sirinhaém, o telhado de uma usina desabou durante a madrugada. Segundo a Coordenadoria Defesa Civil do município, o local já estava em obras e, devido às chuvas, a situação se agravou. Em São José da Coroa Grande, também no Litoral Sul, foram identificados pontos de alagamentos apenas na Várzea do Una.

No município de Amaraji, na Zona da Mata Sul, foram registrados pequenos deslizamentos e quedas de árvore na PE-071 e PE-063. Não houve nenhuma vítima. Foi registrada ainda uma queda de árvore no município de Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife (RMR), mas sem danos.Imagem área mostra a situação da cidade de Barreiros, na Mata Sul de Pernambuco, neste domingo (21), após os Rios Una e Carimã transbordarem — Foto: Reprodução/TV Globo

Na manhã do sábado (20), uma ventania arrancou telhas e arrastou mesas e cadeiras de estabelecimentos em praias como Porto de Galinhas e Muro Alto, em Ipojuca, também no Litoral Sul do Estado. Segundo o meteorologista Fabiano Prestrêlo, da Apac, houve rajadas de vento quatro vezes mais velozes do que o normal na região.

Foram registradas rajadas de 8,8 metros por segundo na manhã do sábado pela Apac, o que é equivalente a ventos de 32 quilômetros por hora. A média local é de dois metros por segundo – 7 quilômetros por hora.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias/Do G1

BARRAGEM SE ROMPE NA CIDADE DE PEDRO ALEXANDRE NO SERTÃO DA BAHIA E MORADORES DE MUNICÍPIO VIZINHO DEVEM DEIXAR CASAS

Uma barragem se rompeu no povoado da cidade Pedro Alexandre, localizada a cerca de 435 quilômetros de Salvador, na manhã desta quinta-feira, dia 11 de julho.

A água de uma barragem que fica no povoado de Quati, em Pedro Alexandre, a cerca de 435 km de Salvador, invadiu, na quinta-feira (11), a cidade vizinha de Coronel João Sá, no nordeste da Bahia. Cerca de 100 famílias ribeirinhas estão desalojadas e prefeitura de Pedro Alexandre decretou situação de emergência e calamidade pública.

Conforme a Defesa Civil da cidade, as fortes chuvas que caem na região do Rio do Peixe contribuíram para o transbordamento da água. Não houve feridos.

A Prefeitura de Pedro Alexandre – que fica no nordeste baiano, perto da divisa com Sergipe – decretou estado de calamidade e emergência após o município ter sido tomado pela água.

Conforme a Defesa Civil da cidade, as fortes chuvas que caem na região contribuíram para o rompimento da estrutura. Não há informações sobre feridos.

De acordo com a Superintendência de Defesa Civil do Estado da Bahia (Sudec), o caso ocorreu por volta das 11 horas, no distrito de Quati. Por conta da quantidade de lama, as estradas estão intransitáveis, o que dificulta o atendimentos pelos órgãos à população.

“Algumas casas foram invadidas, mas não teve feridos. Ainda não conseguimos contato com esses moradores porque o povoado está ilhado. Tem muita lama e água no caminho. Apesar disso, sabemos que eles não foram atingidos porque entramos em contato antes, e eles deixaram as casas antes do rompimento”, afirmou a coordenadora.

O Corpo de Bombeiros de Paulo Afonso foi acionado para ajudar nos atendimentos da região. Os órgãos alertam para necessidade dos moradores de Coronel João Sá, vizinha à Pedro Alexandre, deixarem as casas.

Pedro Alexandre tem cerca de 16.695 moradores. Já Coronel João Sá tem uma população que chega a 17.066. As cidades são separadas por 33 quilômetros.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro -Radar de Notícias/G1

MODELO CAROLINE BITTENCOURT DESAPARECE DURANTE PASSEIO DE BARCO

A modelo e apresentadora Caroline Bittencourt, 37, desapareceu no final da tarde desse domingo (28) após um passeio de barco em Ilhabela, no litoral norte de São Paulo. Ela estava com o marido, o empresário Jorge Sestini. A Delegacia da Capitania dos Portos de São Paulo afirmou que o casal fazia a travessia de barco de Ilhabela para São Sebastião quando foi surpreendido por um forte vendaval durante temporal que atingiu todo o litoral paulista na tarde desse domingo.Segundo a Prefeitura de Ilhabela, os ventos chegaram a quase 80 km/h, o que provocou a queda de mais de 300 árvores, além de alguns alagamentos e deslizamentos de terra. A Estrada dos Castelhanos permanece parcialmente interditada nesta segunda, assim como a falta de luz em alguns pontos.

A delegacia informou que a modelo e o empresário embarcaram por volta das 16 horas e 40 minutos. Em um determinado trecho da travessia, a modelo teria caído no mar. Pessoas próximas ao marido teriam relatado à Capitania dos Portos que Sestini teria pulado para tentar resgatá-la. Uma lancha do Corpo de Bombeiros localizou Jorge Sestini por volta das 19h – a delegacia não deu mais detalhes sobre o resgaste do empresário. Disse apenas que ele foi encontrado pela embarcação em alto-mar.

A Capitania dos Portos informou que as buscas pela modelo começaram logo em seguida e se concentram na região entre os dois municípios. Quatro embarcações, duas da Marinha e duas do Corpo de Bombeiros, fazem as buscas.

No final da manhã desta segunda, dia 29 de abril, a assessoria de Caroline Bittencourt afirmou que não conseguia falar com a modelo. Na manhã de domingo, a modelo publicou um Stories no Instagram mostrando que estava no deque de um barco. Essa foi a última imagem veiculada em suas redes sociais.

Caroline Bittencourt é paulistana, modelo e apresentadora de televisão brasileira, já tendo trabalhado na RedeTV! e na Record TV. Na Itália, ela desfilou para estilistas como Valentino Garavani e Roberto Cavalli.

Ela também é mãe de Isabelle Bittencourt, 16. Antes de se casar com Sestini, ela teve um relacionamento de cinco anos com o empresário Álvaro Garnero. O namoro chegou ao fim em 2009, depois de o casal mudar a data de casamento mais de uma vez.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias/ Folhapress

TRAGÉDIA: CHUVAS PROVOCAM QUEDA DE DOIS PRÉDIOS NO RIO DE JANEIRO COM VÍTIMAS FATAIS

Dois prédios desabaram na Muzema, comunidade na Zona Oeste do Rio, na manhã desta sexta-feira, 12 de abril, (até o momento, 01 horas da manhã), de acordo com os bombeiros, duas pessoas morreram e outras três ficaram feridas. Dezessete pessoas estão desaparecidas.

Os imóveis teriam entre três e quatro andares, segundo as primeiras informações. Dezenas de pessoas e bombeiros vasculham os escombros para tentar localizar as vítimas. Um homem chegou a ser resgatado e levado sobre uma porta, usada como uma maca.

O desabamento aconteceu por volta das 7h da manhã. Não chovia no momento. Uma das construções teria quatro andares e outra, três. A área de isolamento foi ampliada pelos bombeiros, que consideram que outros prédios da região podem ir abaixo. Há um forte cheiro de gás.

Segundo o repórter Genilson Araújo do G1, há cerca de 60 prédios em construção na região, que é dominada por milícias. Reportagem do RJ2 mostrou que os criminosos atuam na construção e venda de imóveis irregulares.

Os dois prédios que desabaram na comunidade da Muzema, estavam interditados desde 2018, segundo informações da Prefeitura do Rio, que confirmou que as construções eram irregulares. Pelo menos duas pessoas morreram. Os bombeiros buscam outros 17 desaparecidos. Três pessoas ficaram feridas.

De acordo com o poder municipal, a região é uma área de proteção ambiental e os prédios construídos no local não respeitam a legislação em vigor. A prefeitura afirmou ainda que, por se tratar de uma área dominada pela milícia, os técnicos da fiscalização municipal precisam de apoio da Polícia Militar para realizar operações. Neste molde que aconteceu a interdição no ano passado, quando os dois prédios e outras construções foram interditadas.

Da redção do BLOG do Emaoel Cordeiro -Radar de Notícias/G1 Rio

TEMPORAL PROVOCA TRANSTORNOS EM BAIRROS DE PETROLINA E JUAZEIRO

A chuva forte que caiu no Vale do São Francisco na tarde de sexta-feira, dia 5 de abril provocou alagamentos e gerou transtornos em vários bairros de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA).

Várias comunidades de Petrolina registraram transtornos, a exemplo dos bairros como São Gonçalo, Antônio Cassimiro e Jatobá em Petrolina e em Juazeiro, sobraram reclamações de moradores do Dom José Rodrigues, Monte Castelo e do Residencial Dr. Humberto.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Parceiros …

 

CHUVA FORTE DE CERCA DE 140 MM ALGA RUAS, ESTRADAS VICINAIS E DEIXA PONTE DE EXU EM ESTADO DE ALERTA

As fortes chuvas que vem caindo sobre o município de Exú no sertão do Araripe, estão sendo suficiente para encher os mananciais e até danificar algumas estradas, as informações do jornalista Gil Nóbrega é que uma forte chuva na noite dessa quarta-feira, dia 03 de abril, chegou a alagar algumas ruas da cidade e áreas rurais deixando algumas comunidades intransitáveis.

O açude Tamaragi, que fica em frente ao museu do Gonzagão está sangrando, o Rio Brígida transbordou e alagou algumas estradas rurais, a pista se rompeu na entrada da cidade próximo ao Hospital Municipal na ponte que fica sobre o Rio Brígida, deixando o transito em mão única e com risco de rompimento total da ponte em um dos principais acessos da cidade.

Informações extraoficiais apontam que choveu mais de 140 mm na terra do rei do baião na noite dessa quarta-feira.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Por Francisco Monteiro/Gil Nóbega

SECRETÁRIO DE AGRICULTURA E OURICURI FALA DAS RECLAMAÇÕES DE OUVINTES SOBRE RISCO EM BARRAGEM E ESTRADA INTRANSITÁVEIS NA ZONA RURAL DE OURICURI

Após participações de ouvintes na última sexta-feira, dia 29 e março, a respeito do risco, que corria a barragem da localidade denominada “Sitio Favela”, na zona rural de Ouricuri com a chegada das águas e uma denuncia na segunda-feira, dia 01 de abril, a respeito de estradas intransitáveis Pradicó, Garrote e Santa Rita em Ouricuri, fizeram com que procurássemos o secretário de Agricultura do município de Ouricuri para comentar sobre as questões.

O secretário Ideval Alves disse já ter tomado conhecimento dos problemas e falou à nossa reportagem, é isso secretário, o senhor já sabe do assunto, o que está sendo feito?

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro-Radar de Notícias/Rádio grande Serra FM Ouricuri

 

CHUVAS ATÉ O FIM DE JUNHO EM PERNAMBUCO ESTARÃO DENTRO DA NORMALIDADE, DIZ APAC

Chuvas no Recife

De abril ao fim de junho deste ano, as chuvas devem ficar dentro da normalidade em Pernambuco. A previsão climática é da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), anunciada nesta quinta-feira.

O prognóstico na Região Metropolitana do Recife é de 900 mm nesses três meses. Na Zona da Mata, deve chover 580 mm. No Sertão, a previsão é de 190 mm nesse trimestre – o período de chuvas fortes vai até abril, quando começa a diminuir, indo até junho. Já no Agreste, o volume de chuvas deve chegar a 320mm.

As causas das chuvas estão atreladas ao El Niño, fenômeno que superaquece as águas do Oceano Pacífico, modificando os padrões de vento e chuva, como descreve o meteorologista da Apac Vinícius Gomes: “O Oceano Atlântico Sul está mais quente que a sua média climatológica, causando as chuvas no Sertão e a formação de mais nuvens que entrarão em Pernambuco”.

Em relação ao ano passado, segundo o meteorologista Patrício Oliveira, o inverno não foi normal como seguirá este ano. De acordo com ele, no período das chuvas, que ocorrem mais em maio e junho, foi abril o mês que registrou maior volume d´água. “Esse ano o inverno seguirá normal durante os próximos meses, mas é importante se atualizar da previsão do tempo“, destaca Patrício.

As chuvas ainda devem ficar sujeitas à “variabilidade espacial e temporal”, ou seja, um grande volume de água em um local específico. Exemplo disso foi o município de Jaboatão dos Guararapes, que somente nas últimas 24h registrou 50 mm.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Folha PE

CHUVAS DE MARÇO MUDAM CENÁRIO, TRAZEM ESPERANÇA PARA O SERTÃO DO ARARIPE E PREOCUPA MORADORES DOS BAIRROS PERIFÉRICOS DE ORUICURI

O Governo de Pernambuco decretou situação de emergência em 54 municípios do Agreste e Sertão devido à estiagem. O governador Paulo Câmara publicou por meio de decreto  no Diário Oficial do estado deste sábado, dia 23 de março. A situação de emergência fica em vigor por 180 dias.

No Araripe se enquadram na situação de emergência os municípios de Araripina, Bodocó, Exu, Granito, Ipubi, Ouricuri,  Santa Filomena, Trindade, e Parnamirim, no sertão central.

Mas mudando esse cenário as chuvas chegaram mesmo quando alguns agricultores perderem as lavouras, más aproveitam as chuvas para fortalecer as pastagens dos animais e muitas roças principalmente de milho estão seguras com as chuvas de Março que vem caindo sobre a região.

Com o aumento das chuvas fica em atenção o aumento da água no desvio da ponte do rio Pequi, estrada que liga Bodocó a Ouricuri. Um grande volume d’água também vem sendo registrado no Rio Brígida em Granito.

Segundo o site clima tempo,  para essa segunda-feira 25/03 em toda região é de Sol com muitas nuvens durante o dia e Períodos de nublado com chuva a qualquer hora.

Nesta manhã de acordo com a medição do IPA Ouricuri, chuveu no município 68 milímetros, já na sexta-feira, choveu 70,9 milímetos, o que alegra o sertanejo da zona rural especialmente, porém os moradores da zona urbana, em especial de alguns bairros periféricos do município, a situação preocupa, como a falta de estrutaura para receber as chuvas, esgostos entupidos, retornando para dentro das residências, alagamentos e prejuízos, como no aso da rua da Lavanderia no bairro Nossa Senhora de Fátima,que foi invadida pelas águas do canal que passa próximo e não suportou a quantidade de água.

Segundo informações, outros pontos daquele bairro também estariam alagados ou intransitáveis devido as duas últimas chuvas que juntas, somam quase 139 milímetros.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Francisco Monteiro

IPA DIVULGA QUANTIDADE DE CHUVAS CAÍDAS EM MARÇO NO MUNICÍPIO DE OURICURI – HOJE, DIA 25, 68 MILÍMETROS

O engenheiro Agrónomo e extencionista do IPA em Ouricuri Tadeu Delmondes, detalha sobre a precipitação pluviométrica registrada no mês de março em Ouricuri, especialmente as ultimas chuvas de sexta-fira,  22 de março e o registro da chuva na manhã dessa segunda-feira, dia 25.

O calendário das chuvas para a região começou dia 1 de janeiro e seguirá até 31 desse mês de março.

Segundo Tadeu Delmondes, apesar dessas chuvas, a quantidade está longe da média histórica para o período, contudo os principais reservatórios do município receberam uma boa quantidade de água, mas ainda há expectativa até o dia 31 deste mês e o agricultor ainda conta com a continuidade das chuvas até o mês de abril.

Confira os detalhes a entrevista com a nossa reportagem:

Ainda segundo o IPA, a previsão da continuidade das chuvas na região durante toda essa semana e oficialmente até o dia 7 de abril, lembrando ainda que a chuva dessa madrugada e manhã de segunda-feira, caiu em quase toda a zona rural de Ouricuri.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Radar de Notícias

 

CHUVA, VENTOS FORTES E RAIOS CAUSA ESTRAGOS EM ARARIPINA

Uma chuva de apenas 15 minutos que não acumulou nem 5 milímetros, causou enormes prejuízos na tarde desta quinta-feira, dia 21 de fevereiro, em Araripina. A precipitação começou por volta das 14 horas e veio acompanhada de ventos fortes, raios e trovões.

A ocorrência mais grave aconteceu próximo ao Banco do Nordeste, área central da cidade. No local, um enorme pé de algaroba caiu por cima de três veículos (uma van, um Pálio e uma motocicleta). Felizmente ninguém ficou ferido. O corpo de bombeiros foi acionado às 14 horas e 30 minutos e rapidamente isolou o local para iniciar os trabalhos de remoção dos entulhos.

Também no centro da cidade, parte do muro do tradicional clube Arca foi ao chão, atingindo a rede elétrica da Celpe, deixando a área totalmente desenergizada. Outdoors também foram atingidos e jogados ao solo.

Já na Rua Santana, principal via que liga  o centro da cidade ao bairro Alto da Boa Visra, parte da cobertura de um posto de combustível também veio abaixo. Até às 18 horas, boa parte da cidade continuava sem energia elétrica. Equipes da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) e do Corpo de Bombeiros continuavam trabalhando incansavelmente para que a cidade voltasse a sua rotina normal.

O Corpo de Bombeiros socorreu 5 pessoas que estavam presas em um prédio comercial, o qual uma árvore caída impedia a saída dessas pessoas.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/ Corpo de Bombeiros Militar- Tenente Júnior/Rádio grande Serra FM Ouricuri

PREVISÃO DO TEMPO PARA HOJE EM OURICURI E REGIÃO – SEGUNDA, 18 DE FEVEREIRO

Em Ouricuri nesta segunda-feira, o sol nasceu as 05 horas e 44 minutos e vai se por as 18 horas e 04 minutos.

Para hoje a previsão aponta sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite. Podendo chover até 25mm.

A temperatura Varia entre 24 e 32 graus. A umidade relativa do ar varia entre 48% e 99% e a velocidade do vento chega a 10km/h.

Em Santa Cruz, o Clima Tempo aponta Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite. A temperatura varia entre 23 e 32 graus. Santa Filomena – mínima de 22 graus e máxima de 30 graus. Ipubi, mínima de 23 e máxima de 32 graus.

Em Parnamirim no sertão central, a temperatura varia entre 25 e 33 Graus. Podendo chover até 25mm.

Araripina, cidade do Sertão do Araripe pernambucano, choveu por 12 horas, começando na sexta-feira, dia 15 à noite e se estendendo pela madrugada do sábado, dia 16.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Rádio Grande Serras – Tribuna Livre

PREVISÃO DE CHUVA PARA ESTA QUINTA EM OURICURI

Segundo o site de meteorologia Clima Tempo, a cidade de Ouricuri, no Sertão do Araripe, poderá ser contemplada com até 30mm de chuva nesta quinta-feira, dia 14 de fevereiro, a probabilidade da chuva é de 75%.

A previsão aponta sol com algumas nuvens e de chuva rápida durante o dia e à noite.

Em Ouricuri, a temperatura varia entre 23 e 33 graus. A umidade relativa do ar varia entre 49% e 97% e a velocidade do vento chega a 14km/h.

A previsão deixa o sertanejo mais esperançoso, desde a última terça-feira, o tempo está propício para chuva, com alta temperatura pela manhã e mudança de tempo ao final da tarde e noite, já registrando chuvas localizadas na zona rural de Ouricuri e algumas cidades da região.

Poderá chover em todo Sertão do Araripe, e nos municípios do Sertão Central, a exemplo de Parnamirim e Terra Nova.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Colaboração: Cariri Filho