COM MAIS 995 CONFIRMAÇÕES E 86 MORTES POR COVID-19, PERNAMBUCO CHEGA A 52.113 CASOS E 4.234 ÓBITOS

Share this...
Share on Facebook
Facebook
0

Pernambuco confirmou, neste domingo dia 21 de junho, 995 novos casos de pacientes com o novo coronavírus no estado. Também foram contabilizadas 86 mortes de pessoas que estavam com a Covid-19. Com isso, o total de casos chega a 52.113, enquanto o de mortes vai a 4.234. Além disso, o estado tem, ao todo, 33.952 pessoas curadas da doença.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), 873 dos 995 novos casos são considerados leves, o que corresponde a 88%. Os outros 12%, que equivalem a 122 novos pacientes, se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag).

Com isso, o estado passa a somar 18.098 casos graves e 34.015 leves. Desses, há 8.092 curados de casos graves e 25.860 casos leves. Os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 177 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Ao todo, nas últimas 24 horas, foram realizados 2.376 exames, sendo 2.009 testes rápidos. Ao todo, desde o começo da pandemia, foram realizados 99.920 exames para identificar Covid-19, sendo 45.250 do tipo rápido.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 14.742 casos foram confirmados e 17.173 descartados.

A taxa de ocupação média dos 1.713 leitos de Srag no estado era de 57% neste domingo. Considerando apenas os 745 de UTI, a ocupação era de 84%. Já os de enfermaria, estavam 40% ocupados.

Mortes

Em relação aos 86 óbitos, 58 ocorreram entre os dias 19 de abril e 17 de junho. Outros 28 foram registrados nos últimos três dias. Dos mortos, 56 eram do sexo masculino e 30 do sexo feminino, entre 18 e 101 anos.

Os óbitos confirmados são de pessoas residentes nos municípios de Água Preta (1), Bezerros (1), Cabo de Santo Agostinho (1), Caetés (1), Camaragibe (1), Caruaru (7), Catende (1), Condado (1), Flores (1), Goiana (2), Gravatá (1), Jaboatão dos Guararapes (6), Limoeiro (1), Nazaré da Mata (1), Palmares (1), Petrolina (3), Recife (49), Santa Maria do Cambucá (2), São Lourenço da Mata (1), Serrita (1) e Sirinhaém (1), além de 2 de outros estados.

Dos 86 pacientes que morreram, 34 apresentavam comorbidades confirmadas: hipertensão (12), diabetes (11), doença cardiovascular (12), doença renal (5), tabagismo/histórico de tabagismo (5), doença pulmonar (2), doença neurológica (1), obesidade (2), etilismo crônico (3), câncer (1) – um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Dois não possuíam doenças pré-existentes e os demais estão em investigação pelos municípios.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias/G1 PE