GENIVAL LACERDA É INTERNADO APÓS SOFRER AVC NO RECIFE

Share this...
Share on Facebook
Facebook
0
O cantor e compositor paraibano Genival Lacerda, 89, foi internado no Hospital D’Ávila, na Zona Norte do Recife, após sofrer um Acidente Vascular Cerebral Isquêmico (AVC) na madrugada desta terça-feira (26). De acordo com o filho, João Lacerda, o forrozeiro já realizou exames e deve permanecer cinco dias sob observação. Através de nota, a equipe médica informou que o quadro “evolui bem” e “o paciente está consciente, clinicamente estável e se alimentando por via oral”.

Morador do bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, Genival passou mal e chegou a ser levado para um hospital da Unimed, porém acabou sendo transferido para o D’Ávila diante do contexto da pandemia da Covid-19. Já internado, ele realizou exames de check up e tomografia, que revelaram taxas alteradas.

Lacerda também passou mal e precisou ir ao hospital em 2015. Ao fazer uma série de exames, descobriu que sofria de diabetes. Na época, ele começou a se adequar a uma nova rotina, quando perdeu 14 quilos. O cantor chegou a narrar as mudanças ocasionadas pela doença no Câmera Record, exibido naquele mesmo ano.

Natural de Campina Grande, Genival Lacerda mora em Recife há mais de 25 anos e já recebeu títulos de cidadão Pernambucano (2011) e do Recife (2016) pelos serviços prestados à cultura do estado. No final de 2017, recebeu das mãos do então presidente Michel Temer a Ordem do Mérito Cultural (OMC), a maior honraria pública da cultura no Palácio do Planalto, em Brasília.

O artista tem cinco décadas de carreira. Estreou com o disco O coco de 56, pela extinta gravadora Mocambo. O principal sucesso responsável por conferir visibilidade nacional ao músico, Severina Xique-xique (1975), chegou ao público pelo LP Aqui tem catimberê, álbum com mais de 800 mil unidades vendidas. Lacerda tem 30 discos lançados e coleciona parcerias com nomes de expressão na cultura nordestina, como Dominguinhos e Marinês.

Sucessos

Genival Lacerda começou a sua carreira em 1953 em um programa de calouros em Campina Grande, na Paraíba, onde nasceu.

Conhecido como “O Senador do Rojão”, “Seu Vavá”, “Seu Cazuza” e vários apelidos que ganhou ao longo de sua carreira de mais de 60 anos, o músico gravou canções ao lado dos principais autores de forró, como Edgard Ferreira, Rosil Cavalcanti, Buco do Pandeiro e Maruim.

A partir do sucesso Severina Xique-Xique, parceria com o conterrâneo João Gonçalves, que deflagrou a onda do forró de duplo sentido, começou realmente a ganhar dinheiro através da arte. Sua trajetória ainda inclui músicas que já fez muita gente dançar, como “Mate o véio, mate”, “Severina Xique-Xique”, “De quem é esse jegue?” e outras canções que moram no coração dos nordestinos.

Show Minha Estrada

No dia 10 de agosto de 2019, Genival Lacerda fez um show, em que gravou um DVD, no Teatro Boa Vista, na área Central do Recife, com uma retrospectiva de sua carreira. O evento contou com as participações de Waldonys, Caju e Castanha, Flávio Leandro, Jorge de Altinho, Nando Cordel e João Lacerda, filho de Genival, que canta e faz a direção musical.

No show, além de encantar o público com suas clássicas canções, o artista também fez homenagens a Dominguinhos, Luiz Gonzaga e Jackson do Pandeiro.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias/Diário de Pernambuco
ADVERTENCIA

anuncie