MENINA DE 5 ANOS É ATROPELADA E TEM CABEÇA ESMAGADA POR CAMINHÃO QUANDO PEDALAVA DE BICICLETA EM JABOATÃO

Share this...
Share on Facebook
Facebook
0

Uma garota de 5 anos de idade morreu após ser atropelada, nesta quarta-feira, dia 09 de outubro, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, quando estava brincando de bicicleta. De acordo com a Secretaria de Trânsito da cidade, o caso ocorreu na Avenida José de Souza Rodovalho, no bairro de Jardim Piedade.

A vítima foi identificada como EMILY RANIELE DA SILVA NASCIMENTO. Segundo a vendedora GRAZIELA ROCHA, prima da vítima, o caso ocorreu próximo ao Terminal Integrado de Jardim Piedade.

Ela estava empurrando a bicicleta, não estava pedalando, quando um caminhoneiro bateu nela. Ela caiu e o motorista passou por cima dela. A cabeça dela ficou deformada depois que o carro passou. Ficou muito feio, por isso, nem chegou a ser socorrida. Ela morreu na hora“, afirma a vendedora.

Ainda segundo a prima da vítima, os moradores da região ajudaram a família a acionar a polícia. “Um pessoal chamou a polícia aqui e um morador seguiu ele até a BR e passou as informações sobre o carro”, declara Graziela.

O 6º Batalhão da Polícia Militar informou que foi acionado para a ocorrência e que o caminhoneiro foi encontrado no bairro de Cajueiro Seco, também em Jaboatão. Ele foi levado para a Delegacia de Prazeres.

Por meio de nota, a PM informou que a captura foi feita por uma equipe do Batalhão de Trânsito (BPTran) que realizava uma apreensão de drogas em um veículo no bairro de Jardim Piedade. A corporação disse também que a ação da patrulha evitou que o condutor do caminhão fosse agredido por populares.

Segundo informações do plantão de Prazeres, por volta das 20 horas, o motorista estava aguardando para ser autuado em flagrante. A polícia também esperava o resultado do teste de bafômetro.

Em contato com assessoria de comunicação da corporação para saber se a prisão havia sido decretada, mas não recebeu resposta até a última atualização desta reportagem.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias/G1 PE