MORADOR DE FERNANDO DE NORONHA É NOTIFICADO POR QUEBRAR QUARENTENA DE PREVENÇÃO AO NOVO CORONAVÍRUS

Share this...
Share on Facebook
Facebook
0

Um morador de Fernando de Noronha, que chegou à ilha na quarta-feira dia 25 de março e devia ficar sete dias isolado, foi notificado por quebrar a quarentena imposta pela Administração do Distrito para conter a possível disseminação do novo coronavírus. Segundo o superintende de Saúde local, Fernando Magalhães, caso a situação se repita, o homem vai responder judicialmente e pode ser retirado da ilha.

Após receber denúncia de que um dos moradores recém-chegados havia quebrado a ordem de isolamento social, uma equipe formada por profissionais da Vigilância Epidemiológica e Polícia Militar seguiu, nesta quinta (26), para o bairro dos Três Paus, onde mora o homem. O morador foi localizado na residência.

“Ele confirmou que saiu de casa e quebrou a quarentena. Colocou em risco tanto a saúde dele, quanto a da população. Nós o alertamos da necessidade de permanecer em casa”, declarou Fernando Magalhães.

Ao chegar de viagem, ainda no aeroporto, o morador respondeu a um questionário. Ele não apresentava sintomas de gripe e recebeu a orientação de ficar em quarentena por sete dias, mas descumpriu ainda no primeiro dia a determinação.

“Caso esse morador quebre a quarentena de novo, ele vai responder judicialmente e pode até ser retirado da ilha”, afirmou Magalhães.

O superintende de Saúde afirmou que a população pode auxiliar no trabalho de monitoramento e fazer denúncias através do telefone (81) 99488-4366.

“Não é preciso se identificar, quem souber de pessoas que estão quebrando a quarentena pode ligar. Nós vamos seguir monitorando, sabemos que os voos podem chegar com moradores [vindos do continente]. É preciso seguir as orientações”, disse.

Turismo fechado

Fernando de Noronha foi fechada para o turismo desde sábado (21). Só podem viajar para ilha moradores e profissionais a serviço dos governos do estado e federal.

Um voo pousou na ilha na tarde da quarta-feira (25) com 23 moradores e uma enfermeira, contratada para prestar serviço nas ações contra a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Na ilha não há casos confirmados da doença.

A aeronave deixou Noronha com 136 passageiros, entre profissionais que prestavam serviço e moradores locais que optaram em ficar no continente. No sábado (28), está previsto a chegada de outro avião.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias/G1 PE