PM MATA EX-CUNHADO QUE DESCUMPRIU MEDIDA PROTETIVA E FOI VISITAR EX-NAMORADA

Share this...
Share on Facebook
Facebook
0

ERIC DOS SANTOS QUEIROZ, 23 anos, não aceitava o fim do relacionamento com a ex-namorada. Mesmo sabendo que a mulher estava amparada por uma medida protetiva que proibia que se aproximasse, decidiu procurar a jovem, na manhã de quarta-feira, dia 6 de novembro, no bairro de Monte Serrat, em Salvador.

Lá, chegou gritando e fazendo ameaças, quando foi recebido a tiros pelo cunhado, um soldado da Polícia Militar que não teve o nome divulgado. Baleado na cabeça, ERIC foi socorrido para o Hospital Agenor Paiva, no Caminho de Areia, mas precisou ser transferido para o Hospital Geral do Estado (HGE), onde morreu na manhã desta quinta-feira, dia 7, por volta das 7 horas .

Segundo ocorrência registrada no posto da Polícia Civil da unidade de saúde, ERIC DOS SANTOS QUEIROZ estava ciente da decisão judicial que determinou o afastamento da ex-namorada. “A irmã da vítima diz que ele recebeu a intimação que comunicava a medida protetiva, mas não conseguia aceitar a separação”.

O documento diz ainda que, a princípio, o crime foi registrado como tentativa de homicídio pela delegada plantonista, DARLENE PALAFOIS, a ser investigado pela 3ª Delegacia (Bonfim). Após a morte, contudo, o caso está sob a investigação do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O corpo de ERIC DOS SANTOS QUEIROZ, que segundo as informações preliminares estava desarmado, foi levado para o Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IMLNR), onde aguarda a identificação de familiares.

O PM se apresentou com a arma utilizada na Corregedoria da corporação.

Procurada pela reportagem, a Polícia Militar ainda não retornou contato até a publicação da matéria.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias/Correio 24 Horas