VEREADOR DO SERTÃO DA PB É ESPANCADO E ACUSA EQUIPE DA PREFEITURA

Share this...
Share on Facebook
Facebook
0

O vereador PABLO DANTAS, do município de Tavares, Sertão paraibano, divulgou, nesse domingo, dia 20 de outubro, um vídeo no Facebook acusando a equipe do prefeito AILTON SUASSUNA, de tentativa de homicídio. Nas imagens, gravadas, segundo ele, nas dependências do Hospital Regional de Princesa Isabel, o parlamentar aparece com o rosto cheio de hematomas.

“Quero agradecer aos meus vizinhos. Se não fosse por eles, eu estaria morto”, disse o vereador. “Só não morri porque Deus é maior”, complementou, em outro trecho do vídeo.

No vídeo, PABLO DANTAS não deu detalhes de como ocorreu a agressão, mas acusou pessoas ligadas à prefeitura de terem cometido o ato. “O chefe do gabinete da Prefeitura de Tavares conjuntamente com um cidadão que tem a esposa dentro da gestão tentaram me matar”, falou o vereador, sem citar nomes.

Ele ainda atribuiu a violência foi tentativa de represália a à sua atuação como parlamentar. “Acredito que fruto de uma fiscalização que a gente fez durante a semana. E essa fiscalização comprovou inúmeras irregularidades”, pontuou. Pablo não especificou quais seriam essas irregularidades. “Independente dessa tentativa de homicídio contra mim, vou manter esse trabalho de fiscalização”, acrescentou.

De acordo com a Polícia Civil, o vereador esteve na delegacia logo após sofrer as agressões. O caso foi levado à delegacia pela Polícia Militar, primeira instituição acionada pelo parlamentar. Por estar sangrando, Pablo Dantas foi encaminhado ao hospital para fazer o exame de corpo delito e ficou acertado que ele voltaria à delegacia ao longo desta segunda, para relatar o ocorrido. Ainda conforme a Polícia Civil, a PM chegou a fazer buscas por um suspeito apontado por Pablo Dantas, mas não houve prisões.

A redação tentou, por diversas vezes, contato com o prefeito de Tavares, Ailton Nixon, mas o telefone estava na caixa de mensagens. O Portal Correio está aberto à versão da prefeitura em relação aos acontecimentos.

De acordo com a Polícia Civil, o vereador esteve na delegacia logo após sofrer as agressões, mas, por estar muito machucado, ele foi encaminhado ao hospital para fazer o exame de corpo delito e deve retornar à delegacia ainda nesta segunda, para relatar o ocorrido.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro – Radar de Notícias/HW COMUNICAÇÃO/Fonte: Click PB/Portal Correio